Mês: junho 2021

Através de uma nova lente

“Deve ser incrível olhar uma árvore e ver as folhas e não apenas uma mancha verde!”, meu pai falou. Eu não poderia ter dito isso de forma melhor. Aos 18 anos, eu não gostava de usar óculos, mas eles mudaram a maneira como eu via tudo, deixando as “manchas” lindas!

Quando os tubarões não mordem

Meus filhos e eu visitamos um aquário onde as pessoas podiam acariciar os pequenos tubarões mantidos num tanque especial. Perguntei à atendente se as criaturas alguma vez tinham ferido alguém, e ela explicou que eles tinham sido recém-alimentados e recebido comida extra. Não mordiam porque estavam saciados.

Digressões divinas

Pode ser difícil ouvirmos “não” ou “agora não”, especialmente quando sentimos que Deus abriu uma porta para servirmos aos outros. No início do meu ministério, tive duas oportunidades nas quais achava que meus dons e habilidades correspondiam às necessidades das igrejas, mas tais portas se fecharam. Depois, surgiu outra posição e fui selecionado. Com isso vieram 13 anos de ministério tocando vidas em trabalhos pastorais.

Desatando a corda

Uma organização cristã promove a natureza terapêutica do perdão, e uma de suas atividades é um esquete no qual a pessoa que foi injustiçada é amarrada com uma corda ao transgressor. Só quem sofreu o pecado pode desatar a corda. Não importa o que fizer, terá alguém em suas costas. Sem perdão, sem desatar a corda, não há escape.

Seu elogio

Apesar de ser uma despedida, senti-me grato por ter ido ao funeral de uma serva fiel a Deus. Sua vida não fora espetacular, não era muito conhecida fora de sua igreja e vizinhança. Contudo, ela amava a Jesus, seus 7 filhos e 25 netos. Tinha o riso fácil, servia generosamente com alegria.

Vaidade em chamas

Em fevereiro de 1497, o monge Girolama Savonarola iniciou um incêndio. Antes disso, ele e seus seguidores passaram vários meses coletando itens que pudessem induzir as pessoas a pecar ou negligenciar seus deveres religiosos, incluindo obras de arte, cosméticos, instrumentos e vestidos. No dia marcado, milhares de itens “de vaidade” foram reunidos e incendiados numa praça pública em Florença, Itália. Esse evento é conhecido como a Fogueira das Vaidades.