Agora vocês também ouviram a verdade, as boas-novas da salvação. E, quando creram em Cristo, ele colocou sobre vocês o selo do Espírito Santo que havia prometido. O Espírito é a garantia de nossa herança, até o dia em que Deus nos resgatará como sua propriedade, para o louvor de sua glória. Efésios 1: 13-14

As bênçãos do Espírito estão ligadas à escolha soberana do Pai e à obra redentora do Filho. Ele é o “Espírito Santo que [Cristo] havia prometido” (Efésios 1:13), sobre quem lemos em Ezequiel 36:26-27: “Eu lhes darei um novo coração e colocarei em vocês um novo espírito. Removerei seu coração de pedra e lhes darei coração de carne. Porei dentro de vocês meu Espírito, para que sigam meus decretos e tenham o cuidado de obedecer a meus estatutos”.

Para ter o Espírito de Deus em nós, precisamos nascer de novo (João 3:5-6) ou ser regenerados.

Jesus prometeu que Ele e o Pai enviariam o Espírito (João 14:26; 15:26). Embora o Espírito realize muitas coisas em nós, Paulo destaca duas bênçãos:

O Espírito é o selo (Efésios 1:13). A selagem pelo Espírito Santo ocorre quando alguém ouve e crê no Evangelho. Seu propósito é:

Mostrar que somos propriedade de Deus (1 Coríntios 6:19-20; 2 Coríntios 1:22)

Legitimar a salvação dos que creem (Romanos 8:9)

Garantir nossa herança em Cristo (Efésios 1:14)

Transformar, à imagem de Cristo, aqueles que creem (2 Coríntios 3:18; Romanos 8:29)

O Espírito traz segurança inabalável (Romanos 8:16) e está intimamente ligado à nossa salvação e crescimento em santidade.

O Espírito é a garantia (Efésios 1:14). A palavra grega para “garantia” pode significar “entrada” (referente ao início de um pagamento) ou “anel de noivado”, ambos os quais transmitem efetivamente a ideia. Nas palavras dos teólogos B. Wintle e K. Gnanakan, o Espírito não é um “monopólio” de poucos talentos, mas “a garantia dada a todos os crentes”.

A salvação é um processo. Sim, nós fomos salvos, mas também aguardamos a salvação. Fomos redimidos (Efésios 1:7), estamos sendo redimidos (Romanos 8:1-14) e seremos redimidos (Efésios 1:14). Nós agora estamos sendo salvos e, conforme esperamos nossa salvação final, somos reconfortados pela presença do Espírito em nossas vidas. Ele é a garantia de que a boa obra que Deus começou em nós será consumada no dia do Senhor (Filipenses 1:6). Naquele dia, Deus herdará o Seu povo como Sua propriedade especial (Efésios 1:14).

No alto louvor de Paulo, ao Deus Triúno trabalhando junto para a nossa salvação, ele reitera que toda a ação redentora das três Pessoas da Trindade está voltada em direção à glória de Deus; não nossa glória, mas do Senhor. Assim, toda a frase de louvor de Paulo está centrada em Deus e Sua honra. Refletimos o prazer de Deus (Efésios 1:6), Seu propósito (v.9) e Sua propriedade; pela graça de Deus, tudo isso está conectado com nossa redenção e futuro na glória divina.

Reflita:

  1. Pense no que o selo do Espírito Santo significa. Qual o significado da posse, presença e promessa de Deus quando você enfrenta desafios e oportunidades diariamente?
  2. Considere por um minuto sobre o fato de que você foi redimido (Efésios 1:7), está sendo redimido (Romanos 8:1-14) e será redimido (Efésios 1:14). De que maneira essas três realidades se relacionam uma com a outra? O que elas nos ensinam sobre salvação?
  3. Por que os cristãos sofrem com a dúvida? Como a presença do Espírito o ajuda a confiar que Deus cumprirá todas as Suas promessas e, por fim, o salvará? De que forma você pode cooperar com Ele?

Ajude essa mensagem chegar mais longe.

A cada R$2,00 você
nos ajuda a imprimir um livreto para evangelismo.

Preparamos um livro especial para essa Páscoa, clique aqui e saiba mais