“…Quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos.” (MARCOS 8:38)

Se formos cúmplices de Jesus em Sua vergonha, compartilharemos com Ele o brilho que o cercará quando aparecer novamente em glória. Está você, amado, com Cristo Jesus? Uma união vital o liga ao seu Senhor? Então, se está hoje com Ele em Sua vergonha; se leva a Sua cruz, e sai com Ele levando a Sua reprovação; sem dúvida estará com Ele quando a cruz for trocada pela coroa. Mas julgue-se a si mesmo esta noite; pois se você não estiver com Cristo na regeneração, não estará quando Ele voltar em glória. Se você se afastar deste lado sombrio da comunhão, não compreenderá seu brilho, seu momento feliz, quando o Rei voltar e Seus santos anjos com Ele. O quê?! Há anjos com Ele? E ainda assim Ele não escolheu os anjos — Ele adotou a semente de Abraão. Os santos anjos estão com Ele? Minh’alma, se é realmente Sua amada, não pode ficar longe dele. Se seus amigos e vizinhos são chamados a ver a Sua glória, o que pensa você que é casada com Ele? Deverá ficar distante? Embora seja um dia de julgamento, não pode ficar longe daquele coração que, tendo admitido anjos em Sua intimidade, admitiu você em união. Ele não lhe disse, ó minh’alma: “Desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em misericórdias?” Seus próprios lábios não disseram: “Casei-me contigo, e minha alegria está em ti?” Se os anjos, que são apenas amigos e próximos, deverão estar com Ele, é certo que Sua própria amada Hefzibá [N.E.: Em Isaías 62:4. Este nome quer dizer: “meu prazer está nela”], em quem está toda a Sua alegria, estará perto dele, e sentada a Sua mão direita. Eis uma estrela da manhã de esperança para você, de tamanho brilho, que pode iluminar a experiência mais sombria e desoladora

Charles H. Spurgeon