(1563–1631). Arthur Hildersam era descendente de uma ramificação da família real que se instalou em Cambridgeshire, onde ele nasceu em 6 de outubro de 1563. Seu pai, um católico romano fiel, deserdou-o por ele ter aderido ao protestantismo. Tendo de viver com os próprios recursos, Hildersam contou com a ajuda de Henry, conde de Huntingdon, que deu apoio financeiro ao rapaz “órfão”. Depois de um tempo como membro do conselho do Trinity Hall, Cambridge, Hildersan foi designado para pregar em Ashby-de-la-Zouch, em Leicestershire. Permaneceu na Igreja da Inglaterra e foi contrário à separação. Esforçou-se em prol da reforma que vem de dentro, mas foi duramente perseguido. No entanto, por ser primo da rainha Elizabeth, Hildersam foi poupado de castigos mais severos. Seus perseguidores contentaram-se em silenciá-lo.

Ajude essa mensagem chegar mais longe.

A cada R$2,00 você
nos ajuda a imprimir um livreto para evangelismo.

Preparamos um livro especial para essa Páscoa, clique aqui e saiba mais