Profundidade

Vivemos em um tempo em que a superficialidade e a satisfação instantânea são aclamadas. As características de um mundo que, na verdade, é vazio, acabam refletindo-se em nós. O maior problema é que, diversas vezes, acabamos transportando essa superficialidade para o nosso relacionamento com Deus. Porém, somos chamados a viver de maneira profunda: conhecendo a Deus e amando-o antes e acima de todas as coisas! Conhecer o Pai e desenvolver um relaciona- mento de intimidade com Ele por meio da Sua Palavra, da oração e da comunhão nos proporciona a liberdade que tanto buscamos. Jesus, o Filho do Deus vivo, deseja ter um relacionamento profundo comigo e com você. A única condição para isso é ansiar por Ele, desejá-lo!

Onde encontrar na Bíblia?

Apocalipse 3:20

Preste atenção! Estou à porta e bato. Se você ouvir minha voz e abrir a porta, entrarei e, juntos, faremos uma refeição, como amigos.

Jeremias 29:13

Se me buscarem de todo o coração, me encontrarão.

Salmo 42:1

Como a corça anseia pelas correntes de água, assim minha alma anseia por , ó Deus.

Falando sobre o assunto

Disposição e perseverança

O escritor russo Liev Tolstói disse certa vez: “Todo mundo pensa em mudar a humanidade; ninguém pensa em mudar a si mesmo”. Tan- tas vezes acostumamo-nos a um cotidiano de experiências tão fúteis ou viver de forma tão rasa que acabamos nos esquecendo de que as melhores coisas demandam certo esforço, principalmente quando isso está relacionado a mudar algo em nós mesmos. Desenvolver um relacionamento diário e profundo com o Criador é a melhor coisa que podemos experimentar!

À medida que aprendemos a caminhar com Ele, finalmente descobrimos quem somos nele. Mas isso requer de nós a disposição e perseverança em querer conhecê-lo e amá-lo cada dia mais. Quando aprendemos a voltar nosso olhar para o alto e colo- car a centralidade da nossa vida e a nossa satisfação em Jesus (2 Coríntios 4:16-18; Filipenses 3:4-13 E SALMO 1:2), todo e qualquer esforço para estar mais próximo do Senhor se torna prazeroso, satisfatório, cheio de alegria; isto proporciona paz, descanso e sustento em Seus braços. A verdade é que o mundo e as pessoas têm fome de profundidade, mas quando não estão enraizados no Eterno, infelizmente se perdem.

Reconhecer quem Deus é e quem somos

Alguns versículos como Deuteronômio 7:9; 32:4; 1 João 4:8; Jeremias 32:17 e Miqueias 7:18 nos revelam como o nosso Deus é grande, maravilhoso, soberano, eterno, compassivo e tantas outras mais que poderíamos destacar sobre Seu inigualável caráter. Em contrapartida, versículos como Gênesis 3:19 e o Salmo 103:14 nos mostram como somos pequenos e dependentes do Pai. Quando reconhecemos a Sua grandeza e o quanto precisamos dele, buscar profundidade e intimidade com o Senhor se torna uma necessidade tal como respirar.

Experimentando uma vida de intimidade com Deus

Muitas vezes deixamos que o cansaço, a preguiça e o desânimo nos afastem das coisas que realmente importam.

Imagine a seguinte situação: Já está perto da hora de dormir, você olha para sua Bíblia e pensa coisas do tipo: “Deixa para amanhã! Hoje vou só orar!”. Em seguida, você se deita em sua cama, começa a orar e, sem perceber, já cai no sono.

Situações como essas acontecem quando não damos prioridade em buscar um relacionamento verdadeiro e constante com Jesus. Ele não quer que você se sinta obriga- do ou que tenha como fardo o orar e o meditar na Palavra, mas sim que você descubra como é prazeroso, transformador e libertador viver na presença dele.

Assim, vale a pena repetir: esteja atento, pois a superficialidade no relacionamento com Deus nos leva a mera religiosidade, porém a profundidade nos conduz à liberdade em Cristo!

Transformação de dentro para fora

Quanto mais intimidade buscamos ter com Jesus e quanto mais profundo vamos nesse relacionamento, mais somos reconstruídos conforme a imagem do próprio Cristo. Deus utiliza a Sua Palavra, a oração, a comunhão, o jejum e tantos outros meios para nos firmar cada vez mais profundamente, de maneira que Ele possa trabalhar em nós e nos transformar. Amar o Pai e viver para Ele nos transforma de dentro para fora, ou seja, as ações de Deus que renovam o nosso interior passam também a gerar resulta- dos em nosso exterior (2 Coríntios 3:18; ROMANOS 12:2).

Então, podemos dizer que é como um iceberg: se o observamos na super cie, vemos apenas a sua pontinha. Porém, se mergulharmos com profundidade, aí sim seremos capazes de ver o iceberg por completo e conhecer toda a sua grandeza e beleza. Assim também é o nosso relacionamento com Deus.

É tempo de ir além e mergulhar com profundidade no amor do Pai!

Questões para debate

  1. Tenho vivido de forma super cial? Jus que.

  2. Meu relacionamento com Deus é profundo?

  3. O que tem me impedido de buscar mais profundidade em Deus?

Oração

Deus amado, obrigada por Tua fidelidade, Teu amor e Tua graça que me alcançam todos os dias. Agradeço-te porque tu abriste os meus olhos para que eu pudesse finalmente descobrir o que é viver abundantemente e desfrutar de liberdade sem igual. Sei bem que ainda tenho muito a aprender e crescer, por isso peço-te: Ajuda-me a caminhar mais perto de e a amar-te mais a cada dia! Que a prioridade da minha vida seja te conhecer, amar-te e ter intimidade verdadeira contigo. Amém!

Ajude essa mensagem chegar mais longe.

A cada R$2,00 você
nos ajuda a imprimir um livreto para evangelismo.

Preparamos um livro especial para essa Páscoa, clique aqui e saiba mais