Ele me faz repousar em verdes pastos e me leva para junto de riachos tranquilos. Renova minhas forças e me guia pelos caminhos da justiça; assim, ele honra o seu nome Salmo 23:2,3

Nosso cachorro se empolga tão exageradamente que chega a ter convulsões. Para impedir que isso aconteça nós tentamos acalmá-lo com vozes suaves. Quando ouve “deita!”, ele evita o contato visual conosco e começa a reclamar. Finalmente, com um suspiro dramático de resignação, ele cede e desaba no chão.

Algumas vezes nós também precisamos ser lembradas de que precisamos repousar. No Salmo 23 aprendemos que nosso Bom Pastor nos faz “…repousar em verdes pastos…”. Ele sabe que precisamos da tranquilidade que o repouso provê.

Nosso corpo é projetado para o descanso. O próprio Deus descansou no sétimo dia depois de Sua obra de criação (Gênesis 2:2,3; Êxodo 20:9-11). Jesus sabia que havia um momento para ministrar às multidões e um momento para descanso. Ele instruiu os Seus discípulos a irem com Ele “…até um lugar tranquilo para descansar um pouco…” (Marcos 6:31).

O descanso é um presente, um bom presente de nosso Criador que sabe exatamente o que precisamos. Louve-o, pois Ele algumas vezes nos “…faz repousar em verdes pastos…”. – Cindy

Ajude essa mensagem chegar mais longe.

A cada R$2,00 você
nos ajuda a imprimir um livreto para evangelismo.

Preparamos um livro especial para essa Páscoa, clique aqui e saiba mais