Regina voltou para casa, desencorajada e cansada. O dia começara com notícias trágicas numa mensagem de texto, em seguida, piorou ainda mais em reuniões com colegas de trabalho que se recusaram a partilhar das suas ideias. Quando Regina estava orando ao Senhor, resolveu colocar o estresse de lado e visitar uma amiga idosa numa Casa de Repouso. Seu espírito se acalmou quando Maria compartilhou quão bom o Senhor era para ela, dizendo: “Aqui tenho minha própria cama, uma cadeira, três refeições por dia e a ajuda das enfermeiras. E, ocasionalmente, Deus envia um cardeal para a minha janela só porque Ele sabe que eu os amo e Ele me ama”.

Atitude. Perspectiva. Como diz o ditado: “a vida é 10% o que nos acontece e 90% como reagimos a isso”. Tiago escreveu a um povo que fora espalhado por causa da perseguição, e pediu-lhes para considerarem a sua perspectiva sobre as dificuldades. Ele os desafiou com as palavras: “…considerem motivo de grande alegria sempre que passarem por qualquer tipo de provação” (v.2).

Cada um de nós está trilhando a sua própria jornada para aprender a confiar em Deus em meio às circunstâncias difíceis. A perspectiva plena de alegria de que Tiago nos falou virá quando aprendermos a ver que Deus pode usar as lutas para amadurecer a nossa fé.