A bebê de uma amiga estava tendo convulsões; por isso, elas foram apressadamente de ambulância para o hospital. O coração da mãe batia disparadamente enquanto ela orava pela filha. Seu ardente amor por essa criança manifestava-se novamente, enquanto segurava os seus dedos minúsculos, lembrando-a também do quanto o Senhor nos ama e de como somos “a menina do Seu olho”.

O profeta Zacarias emprega essa frase em sua palavra ao povo de Deus que havia retornado a Jerusalém após seu cativeiro na Babilônia. Ele os chama ao arrependimento, a reconstruírem o templo e a renovarem seus corações com amor pelo Deus verdadeiro. Afinal, o Senhor ama profundamente o Seu povo; eles são a “menina do Seu olho”.

Os estudiosos do idioma hebraico sugerem que essa frase de Zacarias 2 denota o reflexo de uma pessoa na pupila do olho de outra. Por serem preciosos e frágeis, os olhos precisam de proteção, e é assim que o Senhor quer amar e proteger o Seu povo — segurando-os perto do Seu coração.

O Senhor que habita em nosso meio derrama o Seu amor em nós — até mesmo, surpreendentemente, muito mais do que uma mãe amorosa que faz tudo que pode pelo seu filho doente. Nós somos a menina do Seu olho, amados por Ele.