Os nomes são importantes. Os pais podem passar meses investigando e procurando decidir qual o nome perfeito para o seu bebê. E muitas vezes a decisão final é baseada no som, na singularidade ou significado.

Uma mulher adotou um nome novo porque não gostava do seu nome original. Ela acreditava, de forma errônea, que ao mudar de nome poderia alterar o seu destino. Isso é improvável, mas naqueles que confiam em Jesus Cristo como seu Salvador — e a partir disso são identificados pelo Seu nome — ocorre uma transformação radical.

Há um significado poderoso vinculado ao nome de Jesus. Os apóstolos realizaram milagres (Atos 3:6,7,16; 4:10) e expeliram demônios em Seu nome (Lucas 10:17). Eles falaram e ensinaram no nome de Jesus. Batizaram os que criam no nome de Jesus (Atos 2:38). E é somente por meio do nome de Jesus que temos acesso ao Pai (Atos 4:12).

Quando nos tornamos cristãos, compartilhamos desse nome tão valioso. E, ao seguirmos a Cristo, podemos irradiar Sua luz em qualquer escuridão que encontrarmos, seja ela em nossa vizinhança, local de trabalho ou até em nosso lar. Nossa oração deve ser para que, quando nos olharem vejam Cristo.

Os nossos nomes podem ter seu significado ou importância, mas o fato de nos identificarmos como cristãos envolve uma experiência de transformação de vida.