No término da linha de trens, em que Leonardo trabalhava, havia uma companhia de carvão. Todos os dias alguns trens de carga passavam por ali. Leonardo observou, que, muitas vezes, o dono da companhia, que era cristão, jogava pedaços de carvão por sobre a cerca, em vários lugares, ao longo da ferrovia. Certo dia, ele lhe perguntou pelo motivo daquilo.

O homem lhe respondeu: “Sei que uma senhora de idade vive do outro lado da ferrovia e a aposentadoria dela não basta para comprar todo o carvão de que precisa. Após os trens passarem, ela caminha ao longo dos trilhos e ajunta os pedaços que pensa terem caído do vagão atrás da cabine do condutor. Mal sabe que as locomotivas a diesel já substituíram as de carvão. E como não quero decepcioná-la, simplesmente jogo alguns pedaços por cima da cerca.”

Isto é cristianismo em ação! O livro de Rute mostra de forma vívida este princípio de doação. Quando Boaz viu como Rute ajuntava espigas, em seu campo, atrás dos ceifeiros, ordenou que deixassem cair algumas espigas dos feixes para ela. Ela recebeu isso como uma bênção do Senhor.

De alguma maneira, as pessoas cuja vida influenciamos precisam experimentar o amor de Deus por meio de nossa compaixão e generosidade. Por isso deveríamos pedir a Deus que nos mostre as oportunidades para demonstrarmos bondade.