Você alguma vez pensou em sua inevitável morte? Ou você é como o influente magnata Bernard Jacobs, que disse: “De todas as coisas no mundo, o que menos penso é no que acontecerá depois que alguém morre. Morto é morto.”

Será que é isso o que acontece quando damos nosso último suspiro e as células do nosso cérebro param de funcionar? Quando a vida chegar ao fim seremos totalmente extinguidos, como a chama de uma vela mergulhada em água? Esta é uma crença comum. Mas não é isso o que a Bíblia ensina. A carta aos Hebreus 9:27 declara que “…aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo”.

Se já recebemos Jesus como Salvador dos nossos pecados, não precisamos ter medo de enfrentá-lo. Teremos uma comunhão abençoada com Deus por toda a eternidade, “…preferindo deixar o corpo e habitar com o Senhor” (2 Coríntios 5:8).

Jesus ensinou aos Seus discípulos: “…Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente” (João 11:25,26).

A mensagem de Jesus na Palavra de Deus traz esperança quando enfrentamos nossa própria morte ou a morte de alguém que amamos. Ele promete que vamos entrar em nosso lar celestial e estar com Ele para sempre se crermos nele. Podemos contar com a Sua Palavra.