Quando jovem, meu pai tinha que alimentar porcos famintos com lavagem na fazenda onde cresceu. Ele odiava o trabalho porque os porcos o derrubavam quando ele entrava no chiqueiro. Esta tarefa poderia ter sido impossível se não fosse um fiel ajudante que o acompanhava — uma cachorra da raça pastor alemão. Ela se contorcia entre meu pai e os porcos e os afastava até que meu pai terminasse sua tarefa.

O profeta Jeremias tinha a difícil tarefa de proclamar as mensagens de Deus aos israelitas. Isto exigia que ele resistisse ao abuso físico, ataques verbais, aprisionamento e isolamento. Apesar de lutar com o profundo desencorajamento, Jeremias tinha um Ajudador durante todos os tormentos. Deus prometeu-lhe: “…eu sou contigo […] para te livrar” (Jeremias 1:19).

Deus não abandonou Jeremias e não nos abandonará. Temos Sua ajuda contínua por meio do poder do Espírito que vive em todo cristão (João 14:16,17). O Ajudador nos dá esperança (Romanos 15:13), nos direciona à verdade espiritual (João 16:13) e derrama o amor de Deus em nossos corações (Romanos 5:5). Podemos confiar que Deus fielmente nos ajuda à medida que suportamos a dificuldade. Podemos dizer como Jeremias, “…o Senhor está comigo como um poderoso guerreiro…” (Jeremias 20:11).