SOB A CONSTÂNCIA DO ESPÍRITO

A vida corrida de um universitário cristão pode facilmente levá-lo a uma montanha-russa de emoções e de sentimentos que o desafiam a seguir a Jesus, manifestar o amor de Deus e a andar em santidade, especialmente na universidade. Isso se agrava ainda mais em meio ao estresse de trabalhos a serem entregues e provas a serem realizadas. É sobre as diferenças entre domínio próprio e força de vontade que conversaremos a seguir.

Contudo, diante desses desafios, é importante entender a nossa identidade em Cristo de forma que tenhamos em mente que ser amável, bom e manso, consigo e com os outros, é vivenciar o fruto do Espírito, que brota em nosso interior e se desenvolve a partir da nossa intimidade e constância com o Senhor. Sendo assim, reflita: como você tem tratado a si mesmo e aos outros?

 

ONDE ENCONTRAR NA BÍBLIA?              

MARCOS 16:15

Jesus lhes disse: “Vão ao mundo inteiro e anunciem as boas-novas a todos”.

ISAÍAS 6:8

Então ouvi o Senhor perguntar: “Quem enviarei como mensageiro a este povo? Quem irá por nós?”. E eu respondi: “Aqui estou; envia-me”.

2 TIMÓTEO 2:24

O servo do Senhor não deve viver brigando, mas ser amável com todos, apto a ensinar e paciente.

TITO 3:2 NVI

Não caluniem ninguém, sejam pacíficos, amáveis e mostrem sempre verdadeira mansidão para com todos os homens.

GÁLATAS 5:22-23

Mas o Espírito produz este fruto: amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Não há lei contra essas coisas!

FALANDO SOBRE O ASSUNTO

Em nosso tempo na universidade, geralmente, fazemos amizades e passamos por diversas experiências. Esses fatos estabelecem memórias que nos acompanharão por toda a nossa vida. Somos nós que escolhemos como tratamos as pessoas ou a nós mesmos durante esse tempo e que marcas deixaremos na vida daqueles com quem convivemos. Vejamos algumas das virtudes do fruto do Espírito, mencionadas em Gálatas 5:22-23, que somos desafiados a demostrar aos outros:

Amabilidade

A amabilidade também pode significar ser afável ou ser terno, apresentando um comportamento ou vocabulário que revelam educação, cortesia ou cordialidade. Temos oportunidades de escolher sermos amáveis todos os dias. Em 2 Timóteo 2:24, Paulo nos orienta o seguinte: “O servo do Senhor não deve viver brigando, mas ser amável com todos, apto a ensinar e paciente”. Ao escolhermos a amabilidade, ao invés de apenas reagir ao mundo exterior de forma abrupta, nossos pensamentos e nossas emoções mudam. Com o exercício constante e a inspiração do Espírito Santo, podemos nos tornar pessoas melhores.

Bondade

A bondade revela a qualidade de quem pratica o bem, a benevolência, a generosidade, os atos de gentileza e de compaixão, por exemplo. Ser bondoso relaciona-se com as atitudes de alguém. Assim, é possível dizer que a  bondade seria a exteriorização, em forma de ações, da amabilidade. Portanto, quão privilegiados somos por termos o Espírito Santo para nos guiar e para lapidar o nosso caráter a fim de nos tornarmos amáveis e demostrarmos bondade aos outros.

Mansidão

Tratar os outros com mansidão demonstra atenção, cuidado, delicadeza e preocupação com os nossos relacionamentos. Isso nos torna mais humanos e mais parecidos com o que Jesus ensinou, pois Ele é “manso e humilde de coração…” (MATEUS 11:29). Paulo nos exorta a sermos “pacíficos, amáveis e [mostrarmos] sempre verdadeira mansidão para com todos…” (TITO 3:2 NVI), ou seja, para com todas as pessoas com quem interagimos. Que tal começar a ser manso, demonstrando mansidão para consigo mesmo? Afinal, apenas conseguimos dar ao outro aquilo que já temos em nós. Esteja atento às suas necessidades físicas, emocionais, espirituais e intelectuais, e escolha cuidar delas sempre que as oportunidades surgirem. 

Que, a cada dia, sigamos constantemente buscando estar cheios do Espírito Santo. Dessa forma, nossa vida manifestará não apenas essas virtudes, mas todas as demais provenientes do agir do Senhor em nós.

 

QUESTÕES PARA DEBATE

1-Em quais situações você é mais tentado a perder o controle no seu dia a dia?

 

2- A partir da pergunta anterior, que mudanças você poderia fazer a fim de agir com mais amabilidade, bondade e mansidão para consigo e com os outros?

3- Quais dessas três virtudes do fruto do Espírito você já tem manifestado em sua vida? Quais ainda não? Por quê?



ORAÇÃO

Pai amado, agradeço-te por teres deixado a Tua Palavra como norma de conduta para que eu saiba como tratar e lidar com as outras pessoas e comigo mesmo. Com a ajuda do Teu Santo Espírito, comprometo-me a ser uma pessoa melhor a cada dia. Ensina-me a ser mais amável, bondoso e manso para com os outros e para comigo também; que eu seja sensível à Tua voz e ouça o Senhor me orientando a manifestar o fruto que o Teu Espírito produz em mim. Em nome de Jesus. Amém!

Ana Julia Vieira

Teologia — Portland Bible College