O cão-guia

Stephen Kuusisto cresceu com o estigma de ser oficialmente cego. Para ele, a visão consistia num caleidoscópio de formas, cores e sombras. Quando estava sozinho, ele colocava o rosto bem próximo das páginas de um catálogo de endereços e decorava nomes de ruas, tentando dar a impressão de que podia enxergar melhor do que era capaz.

Lixo espacial

Existe um acúmulo de detritos espaciais movendo-se na órbita do nosso planeta por mais de 7 quilômetros por segundo. Esses resíduos, descartados em voos espaciais, representam perigo no ar. A alta velocidade permite que o menor desses objetos tenha o mesmo impacto do disparo de uma bala de revólver. Durante a viagem de um ônibus espacial, um fragmento de tinta fez uma trinca de alguns milímetros em uma das janelas da espaçonave.

Amor em ações

No término da linha de trens, em que Leonardo trabalhava, havia uma companhia de carvão. Todos os dias alguns trens de carga passavam por ali. Leonardo observou, que, muitas vezes, o dono da companhia, que era cristão, jogava pedaços de carvão por sobre a cerca, em vários lugares, ao longo da ferrovia. Certo dia, ele lhe perguntou pelo motivo daquilo.

Viver no presente

A peça musical Sunset Boulevard conta a história de Norma Desmond, uma ex-estrela do cinema mudo. Quando começaram os filmes falados, ela perdeu o seu público. Ao atingir certa idade, ela anelava a glória do passado. Em sua mente, apenas as expressões faciais silenciosas, não o diálogo, produziam um bom filme. Na peça, a personagem canta estes versos:

Celebre

Após receber o seu segundo Oscar, o ator Denzel Washington falou à sua família: “Eu disse a vocês que se eu perdesse nesta noite, iríamos para casa celebrar. E se ganhasse, faríamos o mesmo.” O ator, que é cristão, confiou em Deus tanto nas bênçãos quanto nas decepções.

Aparelho da dor

O Dr. Paul Brand, missionário e médico que trabalhou na Índia, falou dos leprosos que apresentavam terríveis desfigurações porque as extremidades de seus nervos não conseguiam sentir dor. Quando pisavam no fogo nada sentiam, nem quando cortavam os dedos com uma faca, e por isso não tratavam das feridas. Aquilo provocava infecções e deformações.

Rios de água viva

Um pouco abaixo do pico de uma montanha, uma nascente gelada subterrânea brota do lado de um penhasco. Meu irmão, que morou próximo dali, diz que as pessoas se concentravam nesse local para encher suas jarras com o líquido refrescante.

No fundo do mar

Minha esposa e eu fomos ao cinema ver um documentário em 3D sobre a vida no fundo do mar. Colocamos os óculos adequados que criavam o efeito tridimensional e nos maravilhamos com as surpresas: as criaturas pareciam saltar da tela em direção a nós.

Celebração da criação

Num dos livros de As crônicas de Nárnia, de C. S. Lewis, Digory e Polly usam anéis especiais para entrar em outro universo. Em uma ocasião, são transportados a um lugar onde são testemunhas da criação de um novo mundo. Na escuridão, uma bela voz canta e faz aparecer as estrelas, seguidas por um novo amanhecer.

Náufrago

No filme Náufrago, Tom Hanks interpreta Chuck Noland, inspetor de uma empresa multinacional de postagem que, devido a um acidente fica preso numa ilha deserta por quatro anos. Completamente isolado de outras pessoas e das comodidades modernas, ele precisa desenvolver as habilidades primitivas de um homem das cavernas.

A comparação certa

Quando eu era estudante, lavava paredes e janelas nas casas das pessoas para ganhar algum dinheiro. E num novo emprego, um homem de 1,20 m saudou-me à porta de sua casa. Ele me contou que empregava alguém para limpar as janelas porque elas eram muito altas e ele não conseguia alcançá-las. Embora eu tenha apenas 1,65 m de altura, me senti um gigante naquela casa. Aos olhos de Deus, é claro, nossa estatura física não significa nada.

Ecos do paraíso

Uma propaganda diz: “Venha ao paraíso”, apresentando praias de areia branca, águas azuladas e palmeiras balançando ao vento. É como se pudéssemos olhar de relance e redescobrir o Éden.