O cavalo e seu menino

No livro As Crônicas de Nárnia, de C.S. Lewis (Martins Fontes, 2010) no texto O cavalo e seu menino, Bree é um cavalo que fala. Ele considera o menino, Shasta, um “potro” que precisa de muito treinamento. Suas opiniões refletem um ar de superioridade. Ele acha que é um cavalo de guerra, valente e com grandes habilidades. Todavia, quando ouve o rugido de um grande leão, foge e deixa os outros membros do seu bando indefesos.

Recusando ajuda

Em 1869, John Roebling sonhou em construir uma ponte gigantesca sobre o Rio Leste, em Nova Iorque. Infelizmente, no início do projeto, seu pé foi esmagado num acidente. Enquanto se recuperava, Roebling insistiu que sabia o que era melhor e assumiu seu próprio tratamento médico. Depois de recusar ajuda, começaram a aparecer os sinais de tétano. Logo a sua mandíbula travou. Os acidentes vasculares e a demência começaram a abatê-lo, até sua morte, algumas semanas mais tarde.

Descompressão espiritual

Em maio de 1883, os novaiorquinos celebraram o término da construção da Ponte do Brooklyn, a primeira ponte pênsil de aço. Todavia, esse ato da engenharia moderna não foi conquistado sem sacrifício. Para fazer os fundamentos gigantescos da ponte, na água, era necessário o uso de enormes câmaras herméticas, chamadas caissons. Os homens trabalhavam nelas submetendo-se a uma tremenda pressão de ar.

Entrega especial

Quando recebemos uma entrega especial à porta da nossa casa, isso geralmente significa que é uma encomenda muito importante. Segundo muitos estudiosos da Bíblia, Febe foi quem entregou pessoalmente uma carta de imenso valor à igreja em Roma — uma obra-prima de inspiração doutrinária, do apóstolo Paulo. Essa obra destaca como a humanidade perdida e pecaminosa pode encontrar a redenção por meio da fé na morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Madame Curie

Madame Marie Curie é pioneira no estudo da radioatividade e assegurou o seu lugar na história. Em 1903, ela foi a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel de Física. Depois, em 1911, a estudiosa recebeu um segundo prêmio Nobel, desta vez em química.

Santa Ceia na Lua

nave espacial Apollo 11 aterrissou na Lua em 20 de julho de 1969. A maioria de nós está familiarizada com a afirmação histórica de Armstrong, quando ele pisou na superfície da Lua: “Um pequeno passo para o homem; mas um salto gigante para a humanidade.” Poucos sabem a respeito da primeira refeição que lá fizeram.

Buzz Aldrin havia levado à nave um…

Impressões equivocadas

O romance de Jane Austen, Orgulho e Preconceito, (Pub. Europa-América, 2010) é sobre uma mulher inglesa, Lizzy Bennet, perseguida pelo Sr. Darcy, um homem egocêntrico, complexado e rico. A primeira impressão de Lizzy sobre ele foi de que era: arrogante, introvertido e egoísta. Mais tarde, quando chega a saber de seus muitos atos secretos de bondade para com os outros, Lizzy admite…

Tempestade perfeita

Em seu livro A tempestade perfeita (Vega, 2001), o autor Sebastian Junger registra fatos chocantes sobre a força de um furacão: “Um furacão em sua formação completa é o evento mais poderoso da terra; os arsenais nucleares dos EUA e da antiga União Soviética combinados não teriam a energia suficiente para evitar que tal furacão seguisse o seu caminho. Um furacão típico poderia prover toda a energia elétrica necessária nos EUA por três ou quatro anos.”

Duras pancadas

Durante a era da Grande Depressão dos anos 1930, A pequena órfã Annie era uma série cômica e um programa de rádio. Anos mais tarde, tornou-se a base para a comédia musical Annie. A cena de abertura mostra Annie num orfanato, onde as meninas são forçadas a limpar e esfregar o chão, no meio da noite. Para expressar os seus sentimentos de indefesa, elas cantavam: “É uma vida de duras pancadas para nós. Ninguém se importa nem um pouco com você quando está num orfanato. É uma vida de duras pancadas.”

Curiosidade

Você já observou pessoas num lugar turístico? Em locais como o Coliseu, em Roma, as Torres de Petrona na capital da Malásia ou o Grand Canyon, no Arizona, EUA, os visitantes esticam o pescoço na tentativa de ter uma visão melhor. Alguns dizem que isso significa “observar com curiosidade”.

O evangelho de Judas

A recente descoberta do “O evangelho de Judas” alega que Jesus pediu que Judas o traísse. Supostamente, Jesus queria que a morte o libertasse deste mundo material, para que pudesse novamente tornar-se um espírito puro.

O cão-guia

Stephen Kuusisto cresceu com o estigma de ser oficialmente cego. Para ele, a visão consistia num caleidoscópio de formas, cores e sombras. Quando estava sozinho, ele colocava o rosto bem próximo das páginas de um catálogo de endereços e decorava nomes de ruas, tentando dar a impressão de que podia enxergar melhor do que era capaz.