Categoria  |  Pão Diário

Impossível segurar

Kátia e seus amigos estavam nadando no mar quando ela foi atacada por um tubarão que a agarrou pela perna e puxou o seu corpo. Ela deu um soco no nariz do predador, que abrindo a boca, fugiu derrotado. A mordida causou múltiplos ferimentos, e exigiu mais de 100 pontos, porém, o tubarão não conseguiu dominá-la.


Escolhendo o caminho

Eu tenho uma linda foto de um jovem, nas montanhas, montado em seu cavalo contemplando qual caminho deve seguir. Lembro-me do poema “O caminho não escolhido” de Robert Frost no qual o autor analisa dois caminhos à sua frente. Ambos são atraentes, mas ele não sabe se voltará àquele lugar; por isso, deve escolher um deles. Frost escreveu: “Dois caminhos divergiam num bosque, e eu segui o menos trilhado, e foi o que fez toda a diferença”.


Meu tesouro e a abóbora

Como mãe de primeira viagem, eu estava decidida a registrar o primeiro ano de vida da minha filha. Todo mês, eu tirava fotos para mostrar as mudanças e o seu crescimento. Numa das minhas fotos preferidas, ela está sentada numa abóbora comprada de um fazendeiro de nossa localidade. Lá estava ela, a alegria do meu coração, cabia sentada numa abóbora. Nas semanas seguintes, a abóbora murchou, mas minha filha continuou a crescer e a desenvolver-se.

Minha verdadeira face

Durante anos, a sensação de indignação e vergonha do meu passado pouco santo impactou negativamente todos os aspectos da minha vida. E se descobrissem as nódoas de minha reputação? Quando Deus me deu coragem para convidar uma líder de ministério para almoçar, lutei para parecer perfeita. Limpei a casa, preparei uma bela refeição e vesti minha melhor roupa.


Sempre aceitos

Após anos lutando para acompanhar com excelência os seus estudos, Ângela saiu da escola primária de superdotados e foi transferida para uma escola “regular”. No panorama educacional intensamente competitivo de Singapura, onde frequentar uma “boa” escola pode melhorar as chances de futuro, muitos veriam essa mudança como um fracasso.


Tragam seus barcos

O furacão Harvey causou uma inundação catastrófica no Texas, EUA, em 2017. As chuvas torrenciais atingiram milhares de pessoas que ficaram ilhadas, incapazes de sair de casa. Muitos cidadãos comuns de outras partes do estado e do país levaram barcos para ajudar a evacuá-las.

Tragam seus barcos


O furacão Harvey causou uma inundação catastrófica no Texas, EUA, em 2017. As chuvas torrenciais atingiram milhares de pessoas que ficaram ilhadas, incapazes de sair de casa. Muitos cidadãos comuns de outras partes do estado e do país levaram barcos para ajudar a evacuá-las.


Um espinho perfurante

Um espinho perfurou o meu dedo, causando sangramento. Eu gemi e gritei, puxando a mão instintivamente. Mas não deveria ser surpresa: cortar um arbusto espinhoso sem luvas adequadas era uma receita perfeita para o que aconteceu.


A oração e a serra

Eu respeito o espírito intrépido da minha tia Gladis, embora, às vezes, essa mesma intrepidez me preocupe. Um dia, a fonte de minha preocupação veio da notícia que ela deu via e-mail: “Cortei uma nogueira ontem”.


Coisas lindas e terríveis

O medo pode nos paralisar. Conhecemos todos os motivos para sentirmos medo — tudo o que nos feriu no passado e tudo que pode nos ferir novamente. De tal modo, que, às vezes, não conseguimos sair do lugar. Simplesmente, não consigo. Não sou tão inteligente nem tão forte ou corajoso para aguentar sofrer assim novamente.


Confie nele primeiro

—Não solte, papai!


Pergunte aos animais

Extasiados, os nossos netos deram uma boa olhada, mais de perto, numa águia-de-cabeça-branca resgatada e até puderam tocá-la. Quando a voluntária do zoológico falou sobre a incrível ave, surpreendi-me ao saber que extensão de asas daquele macho tinha quase dois metros. Mas, por causa dos ossos ocos, pesava uns 3 quilos.