E Deus viu que a luz era boa, e separou a luz da escuridão. —Gênesis 1:4 .

 

Que não nos esqueçamos que além da luz não havia outra beleza. A Terra, de acordo com o hebraico, era “tohu e bohu”, que, para aproximar-se tanto do sentido quanto do som ao mesmo tempo, vou interpretar como, “sem forma e vazia”. Havia confusão, vazio e inutilidade. A matéria era discordante e desorganizada. Assim, Deus fixou o Seu olhar na luz, não no caos.

Mesmo que, amado amigo, sua experiência possa parecer caótica, vazia e sem forma, exatamente o que não deveria ser, um labirinto de concepções não formadas e desejos semiformados e orações malformadas — ainda assim há graça em você e Deus a vê — mesmo em meio à terrível confusão e ao enorme alvoroço de seu espírito. O que Ele mesmo criou em você, Ele contempla, considera e se deleita. E, quanto ao pecado que habita em sua natureza, Ele só o considera encoberto da Sua vista pela obra expiatória de Seu amado Filho.

 

 

Este e outros muitos outros comentários você encontra na Bíblia de estudos e sermões de Charles Haddon Spurgeon. Veja abaixo uma amostra deste material tão especial: