Poucas pessoas compreendem a grandiosa quantidade de trabalho e esforço que Spurgeon e seus colaboradores aplicaram nesta grande obra, O tesouro de Davi. Sua preparação ocupou um período de 20 anos e o resultado final foi um comentário de sete volumes (3 mil páginas, contendo quase dois milhões de palavras) sobre todos os versículos — e mais frequentemente as frases e as palavras em si — dos 150 salmos que fazem parte do Saltério das Sagradas Escrituras.

Porém, não se engane ao pensar que este é um mero comentário dos Salmos. Tal título dificilmente faria justiça à obra. Pode, de fato, ser designado como uma antologia teológica de todo o âmbito da verdade cristã.

O leitor encontrará nestas páginas algumas das maiores e mais grandiosas palavras de consolo e inspiração que já foram redigidas. Por seu exuberante poder de expressão e estilo literário, nada jamais poderá suplantá-las. Mais de 4.000 citações separadas (mais de 1.700 somente de Spurgeon) foram condensadas neste volume, retiradas dos escritos de 720 escritores diferentes cujos nomes brilham até o dia de hoje mais radiantes que nunca, seu esplendor e genialidade em nada ofuscados pelo tempo. Alguns dos grandes expositores da verdade divina cujos escritos cintilam nestes volumes são homens como Santo Agostinho, Crisóstomo, Atanásio, Calvino, Lutero, Bunyan, Matthew Henry e, obviamente, o próprio Spurgeon. Ele até mesmo valeu-se do uso de Platão, Sócrates, o satírico Juvenal e Shakespeare.

Há nestes volumes condensados uma riqueza de material sugestivo para sermões, ilustrações em sermões e esboços. Cada uma das páginas é um tônico e um estimulante para o crescimento espiritual.

Podemos verdadeiramente afirmar que jamais nos dispusemos a uma tarefa tão aprazível. Ainda que de nós tenham sido exigidas horas a fio para a seleção do melhor das 3.000 páginas de fina impressão e sólido material de leitura, sentimo-nos amplamente restituídos por todo o “escavar” nesta mina de gemas inestimáveis.

 

Você está procurando luz em dias de escuridão? Aqui você a encontrará. Está procurando força em tempos de fraqueza? Fé em lugar de dúvida? Coragem em vez de covardia? Esperança em vez de desespero? Então escolha seu Salmo favorito, sente-se durante uma hora ou duas e beba profundamente da fonte da verdade eterna, sempre acessível à alma sedenta.

 

DAVID OTTIS FULLER (1903-88)

 

 

 

Ficou com vontade de ter o seu exemplar? Adquira aqui.