Mais um Dia dos Pais chegou e o que eu tenho pra te dizer, pai? Há anos digo que você é o meu herói, meu porto seguro, o grande homem da minha vida, minha referência. Esse ano gostaria de fazer diferente, mas os clichês (que são tão reais) não cansam de me rondar enquanto escrevo. Então, para tentar transformar as palavras de sempre em algo diferente, porém sincero, perguntei ao Pai dos pais o que eu deveria te dizer nesse dia.

Você nunca será perfeito. Não serão todos os momentos da minha vida que você saberá, de fato, o que é melhor para mim. E, sim, você vai se cobrar por isso. Nem sempre você saberá o que me dizer diante dos meus problemas. Não serão todas as vezes que você conseguirá atingir todas as suas metas para a nossa família. Em vários momentos, pai, você vai precisar tirar a armadura de si mesmo, essa que lhe faz parecer tão forte, para receber a verdadeira força da armadura do Deus Pai. Você não precisa ser forte o tempo inteiro, basta permanecer em Deus em todo o tempo que Ele te sustentará. Você não precisa ser o melhor pai do mundo, basta ser um pai segundo a paternidade de Deus.

Então, pai, o que eu te digo hoje (além de tudo o que já te disse durante a vida) é que você se fortaleça cada dia mais no Senhor. Busque incessantemente ser o homem e o pai que Ele sonhou para você e então Ele continuará manifestando o Seu amor através da sua vida. Corra para os braços do Pai, chore em Seu colo quando preciso, mas viva a todo instante a mais linda demonstração de amor que existe: a paternidade de Deus.

(Texto de Lana Carvalho)