Jesus comparou os fariseus a um grupo de lavadores de pratos que limpam a parte externa da louça e deixam a parte interna suja. Disse: “…Vós, fariseus, limpais o exterior do copo e do prato; mas o vosso interior está cheio de rapina e perversidade. Insensatos! Quem fez o exterior não é o mesmo que fez o interior?” (LUCAS 11:39,40).

 

Jesus sabia que uma pessoa pode mudar sua imagem sem mudar a sua atitude (MATEUS 23:1-3). Sabia que as credenciais e as cerimônias religiosas não podem mudar o coração. Ele disse a um dos homens mais religiosos da época, que a menos que uma pessoa “nasça de novo” pelo Espírito, não pode ver o reino dos céus (JOÃO 3:3). Porém, desde aqueles dias até hoje, muitas pessoas religiosas no mundo ainda esquecem que, apesar de a religião valorizar as aparências, só Cristo pode mudar o coração.