Our Authors

ver tudo

Articles by Xochitl Dixon

Quando a vida é dura

Física, mental e emocionalmente exausta, reclinei-me na poltrona. Nossa família seguiu a direção de Deus e se mudou para outro estado. Depois que chegamos, nosso carro quebrou e ficamos a pé por dois meses. Enquanto isso, a mobilidade limitada do meu marido após uma inesperada cirurgia nas costas e minha dor crônica complicaram o desfazer as malas. Descobrimos problemas caros com a nossa nova casa que, no entanto, era antiga. Nosso cão idoso sofreu com problemas de saúde. E embora o nosso novo filhote trouxesse grande alegria, criar uma bola peluda de energia foi muito mais trabalhoso do que o esperado. Fiquei cheia de amargura. Como eu deveria manter a fé inabalável enquanto viajava por essa turbulenta estrada cheia de dificuldades?

O maior mistério

Antes de crer em Jesus, ouvi o evangelho, mas lutei com a identidade de Cristo. Como Ele poderia oferecer perdão por meus pecados quando a Bíblia diz que somente Deus pode perdoá-los? Descobri que não estava sozinha em meus questionamentos depois de ler o livro de J. I. Packer Conhecimento de Deus. Packer sugere que, para muitos incrédulos, “a afirmação cristã realmente surpreendente é que Jesus de Nazaré foi Deus feito homem… tão verdadeira e plenamente divino como o fato de Ele ser humano”. Portanto, essa verdade torna a salvação possível.

Entrega secreta

Os lírios, tulipas cor-de-rosa e narcisos amarelos esperavam por Kim à porta de sua casa. Por 7 meses, uma pessoa cristã anônima lhe enviou lindos buquês. Mensalmente eles chegavam com uma nota de encorajamento bíblico e assinada: “com amor, Jesus”. Kim compartilhou as fotos dessas entregas secretas no Facebook. As flores lhe deram a oportunidade de celebrar a bondade de…

Lavado no amor

As pessoas de uma pequena igreja descobriram como expressar o amor de Deus de maneira prática. Reuniram-se numa lavanderia local para ajudar sua comunidade e se dispuseram a lavar as roupas de pessoas com necessidades financeiras. Ajudavam-nas a dobrar as roupas, e, por vezes, forneciam-lhes uma refeição quente ou sacolas com mantimentos para os mais necessitados. Um dos voluntários descobriu que a sua maior recompensa estava no “contato com as pessoas e em ouvir suas histórias”. Esses voluntários queriam viver a sua fé através de palavras e ações amorosas que os ajudavam a nutrir relacionamentos genuínos com os outros.

Ande no presente com Deus

Em Cristianismo puro e simples (Martins Fontes, 2014), C. S. Lewis escreveu: “Com quase toda a certeza, Deus não está no tempo. A vida dele não consiste em momentos que são seguidos por outros momentos […]. Dez e meia, ou qualquer outro momento ocorrido desde a criação do mundo, é sempre um presente para Deus”. Ainda assim, as esperas costumam parecer infinitas. Mas, ao aprendermos a confiar em Deus, o eterno Criador do tempo, podemos aceitar que nossa frágil existência está segura em Suas mãos.

Um sincero obrigado

Preparando o meu filho Xavier para a primeira entrevista de emprego, Alan, meu marido, entregou-lhe um pacote de cartões de agradecimento para ele enviar após se encontrar com possíveis empregadores. Alan então fingiu ser um entrevistador experiente. Após o ensaio, Xavier colocou várias cópias de seu currículo numa pasta e sorriu quando o pai o lembrou dos cartões. “Eu sei que um bilhete de sincero agradecimento me destacará dos demais candidatos”, disse ele. Quando o gerente o contratou e recebeu um desses cartões de gratidão agradeceu-lhe pelo primeiro cartão de reconhecimento escrito à mão que recebera em anos.

Nunca perca a esperança

Minha amiga recebeu um diagnóstico de câncer e o médico a aconselhou a colocar seus assuntos em ordem. Ela me ligou, soluçando, preocupada com o marido e os filhos pequenos. Compartilhei seu pedido urgente de oração com amigos em comum. Alegramo-nos quando outro médico a incentivou a nunca perder a esperança e confirmou que sua equipe faria o possível para ajudá-la. Embora alguns dias fossem mais difíceis do que outros, ela se concentrou em Deus, e não nas probabilidades que agiam contra ela e nunca desistiu.

Seja guerreiro

Emma, 18 anos, escreve sobre Jesus nas redes sociais, e os intimidadores criticam sua alegria e amor por Cristo. Alguns troladores a atacaram com comentários sobre sua aparência física, outros sugeriram falta de inteligência por sua devoção a Deus. Embora as palavras indelicadas firam profundamente o coração de Emma, ela continua a espalhar o evangelho com ousadia e amor por Jesus e pelos outros. Às vezes, porém, ela fica tentada a acreditar que sua identidade e valor são determinados pelas críticas alheias. Quando isso acontece, Emma pede ajuda a Deus, ora por seus perseguidores, medita nas Escrituras e persevera com a coragem e confiança supridas pelo Espírito Santo.

Preencha seu nome

Em God’s Love Letters (Cartas de amor enviadas por Deus, inédito), Glenys Nellist convida as crianças a interagirem com o Senhor de forma bem pessoal. Seus livros incluem uma nota de Deus com um espaço para a criança inserir seu nome após cada história bíblica. Personalizar as verdades bíblicas ajuda os leitores a entender que a Bíblia não é apenas um livro de histórias. Eles aprendem que o Senhor quer ter um relacionamento pessoal e que fala com os Seus filhos amados por meio das Escrituras. Comprei o livro para o meu sobrinho e preenchi com o nome dele no começo de cada nota. Encantado ao reconhecer seu nome, ele disse: “Deus também me ama!”. Que conforto conhecer o profundo e completo amor pessoal de nosso amoroso Criador!

Tudo que você faz

Em Surpreendido pela Alegria (Mundo Cristão, 1998), C. S. Lewis conta que abraçou o cristianismo aos 33 anos, “chutando, lutando, ressentido e buscando um escape em todas as direções”. Apesar de sua resistência, das deficiências e obstáculos que enfrentou, o Senhor o transformou em um corajoso e criativo defensor da fé. Lewis proclamou a verdade e o amor de Deus em ensaios e romances que ainda são lidos, estudados e compartilhados há mais de 55 anos após sua morte. A vida dele refletiu a crença de que “nunca somos velhos demais para definir outro objetivo ou sonhar com novas realizações”.

Viver. Orar. Amar.

Influenciado por seus pais que eram cristãos fiéis, o astro Jesse Owens vivia como um corajoso homem de fé. Durante os Jogos Olímpicos de 1936 em Berlim, Owens, um dos poucos afro-americanos da equipe dos EUA, recebeu quatro medalhas de ouro na presença de nazistas cheios de ódio e de seu líder. Na ocasião, Owens tornou-se amigo do atleta alemão Luz Long. Cercado pela propaganda nazista, o simples ato de Owens viver sua fé impactou a vida de Long. Mais tarde, ele escreveu a Owens: “Naquela hora em Berlim, quando falei com você pela primeira vez, e você estava ajoelhado, percebi que estava orando. Então, acho que posso acreditar em Deus”.

A criatividade de Deus

A música encheu o auditório da igreja, e o artista daltônico Lance Brown postou-se à frente da tela em branco, de costas à congregação, mergulhando o pincel em tinta preta. E suavemente desenhou a cruz. Pincelada após pincelada, esse “narrador visual” criou imagens da crucificação e da ressurreição de Cristo. Cobriu as grandes manchas da tela com tinta preta, azul e branco e terminou em 6 minutos a pintura que agora era abstrata. Em seguida, Brown virou-a de cabeça para baixo revelando a imagem oculta — a face de Jesus cheia de compaixão. Brown relutou quando um amigo lhe sugeriu que ele pintasse rapidamente durante um culto na igreja. No entanto, ele hoje viaja internacionalmente para levar as pessoas à adoração enquanto pinta e compartilha sobre Cristo.