Our Authors

ver tudo

Articles by Vernon Grounds

Limitados, mas úteis

Suzanne Bloch, era imigrante alemã e tocou música de câmara com Albert Einstein e outros cientistas proeminentes por muitas vezes. Ela disse que Einstein, embora fosse um perfeito violinista, irritava seus colegas porque não acompanhava o ritmo. Ela explicava: “Você vê, ele não sabia contar.” Einstein conseguia projetar teorias revolucionárias a respeito do universo, mas tinha dificuldades com a contagem rítmica. Apesar…

O dinheiro não compra

O dinheiro é uma parte necessária à existência. Sem ele, não poderíamos suprir as necessidades ou adquirir os confortos da vida. Mas há coisas que o dinheiro não pode comprar. Como disse W. A. Criswell, pastor de uma grande igreja americana: “O dinheiro pode comprar luxo, mas não pode comprar o poder espiritual. Dinheiro pode comprar progresso e ascensão, mas não comprará o reconhecimento de Deus. O dinheiro pode comprar favor e elogios, mas não comprará o respeito pela alma.”

“Morto é morto”

Você alguma vez pensou em sua inevitável morte? Ou você é como o influente magnata Bernard Jacobs, que disse: “De todas as coisas no mundo, o que menos penso é no que acontecerá depois que alguém morre. Morto é morto.”

Testemunho de um ateu

Sabendo que amar a Deus e ao próximo é um ensinamento central das Escrituras, fiz minha tese de doutorado baseado na seguinte proposição: “O conceito de amor na psicologia de Sigmund Freud”. Sabia que esse pensador influente, apesar de não confiar em Deus, enfatizava a suprema importância do amor.

Tentação esmagadora

Kirby Puckett, famoso jogador de beisebol, morreu repentinamente em 2006. Ele liderou a conquista de um time de Minnesota, EUA, entre 1987 e 1991. Embora lhe tivessem oferecido contratos melhores para jogar por outros times, ele permaneceu no mesmo time durante toda a sua carreira. Quando foi diagnosticado com glaucoma, em 1996, sua carreira terminou repentinamente.

Morto ou vivo

Visitantes de todo o mundo esperam em longas filas, dia após dia, para visitar a tumba de Lenin e ver seu corpo embalsamado. Embora ele tenha morrido em 1924, seu cadáver aparentemente não sofreu decomposição. Apresenta o aspecto de como era quando vivo. Porém é, sem dúvida, enganoso. Artistas habilidosos monitoram o cadáver preservado, colorindo artificialmente seu rosto e usando massa para preencher qualquer linha ou o menor sinal de decomposição.

Qual é o custo?

Anos atrás, quando a Romênia estava sob o controle do comunismo, Bela Karolyi era treinador de ginástica. Ele desenvolveu com habilidade os talentos de estrelas, como a ganhadora de medalha de ouro, Nadia Comaneci. Como recompensa por seu sucesso em treinar atletas que trouxeram fama para o país, recebeu um carro muito caro e muitos outros favores. Mas Karolyi desejava a liberdade. Assim, certo dia, carregando apenas uma pequena mala, saiu resoluto da Romênia para a liberdade, sem um centavo.

Esquecendo Deus

Um erudito da Bíblia chamado A. J. Heschel relata uma história da época em que era estudante em Berlim. Embora fosse homem devoto, começou a se preocupar tanto com as artes daquela brilhante cultura que um dia deixou de orar ao entardecer, como era seu infalível costume. Ele admite: “O sol havia se posto, a noite chegara […] e eu havia esquecido de Deus.”

Verdadeira grandeza

Algumas pessoas sentem-se como um pequeno seixo, um cascalho perdido na imensidão de um cânion. Mas não importa o quanto nos julgamos insignificantes, podemos ser grandemente usados por Deus.

Verdadeira grandeza

Algumas pessoas sentem-se como um pequeno seixo, um cascalho perdido na imensidão de um cânion. Mas não importa o quanto nos julgamos insignificantes, podemos ser grandemente usados por Deus.

Pecados mortais

Talvez você conheça a lista dos sete pecados mortais que foi formulada durante o século 6.º — lascívia, glutonaria, ganância, preguiça, vingança, inveja e orgulho. Mas pode ser que você não saiba que a lista original compilada durante o século 4.º incluía também o pecado da tristeza. Com o passar dos anos, essa emoção foi omitida da relação.

ESPARANÇA

Quando o ateísmo comunista era uma ameaça mundial, proclamava que Deus não existia e que a fé em uma vida futura era uma ilusão enganadora. Leonid Brezhnev havia sido o ditador soviético, a personificação da descrença marxista. Algo aconteceu em seu funeral, entretanto, que contradisse o ateísmo. George H. W. Bush, então vice-presidente dos EUA, foi o representante oficial do…

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Mentalidade de consumo

Gosto de ler e tenho prazer em comprar livros, mas não gosto quando as editoras se referem a mim como “consumidor”. A palavra consumir pode significar “desfazer-se completamente” ou “gastar de forma esbanjadora”. Ela me traz à mente incêndios de florestas que acabam com a vegetação, deixando árvores e casas queimadas. Quando lemos livros, não os consumimos neste sentido, pois não deixam de existir depois que os usamos. Acontece justamente o contrário. Eles se tornam parte de nós; nos transformam.

O coração da igreja

O que faz uma igreja ter sucesso? Um grande número de pessoas reunidas no domingo? O orçamento multimilionário? A construção moderna?

Árvore x urso

Não é muito comum a polícia interferir numa luta entre um urso e uma árvore. A briga começou com um insulto malicioso e um choque acidental. Repentinamente, o urso falou e a árvore respondeu! Logo vi que era um homem numa fantasia de urso brigando com alguém fantasiado de árvore. A polícia teve que apartar os dois.