Our Authors

ver tudo

Articles by Tim Gustafson

Dois retratos


A orgulhosa avó mostrou os dois retratos emoldurados aos amigos no hall da igreja. A primeira foto era de sua filha em sua terra natal na República do Burundi. O segundo era de seu neto, nascido recentemente daquela filha. Mas ela não o segurava nos braços, pois tinha morrido ao lhe dar à luz.


Pequenas mentiras e gatinhos


A mãe de Elias, 4 anos, notou quando ele se afastou correndo dos gatinhos recém-nascidos. Ela tinha lhe dito para não tocá-los. “Você tocou nos gatinhos, Elias?”, perguntou ela.


A morte da dúvida


Nós o conhecemos como Tomé, o incrédulo (João 20:24-29), mas o rótulo não é inteiramente justo. Afinal de contas, quantos de nós teríamos acreditado se o nosso líder executado tivesse ressuscitado? Na verdade, poderíamos muito bem chamá-lo de “Tomé, o corajoso”. Afinal, Tomé mostrou coragem impressionante à medida que Jesus submeteu-se, propositadamente, aos acontecimentos que levaram à Sua morte.


Qual é a ocasião?


Arthur, 4 anos, espiou para fora do capuz do seu moletom favorito deixando à vista o seu alegre rostinho. O capuz imitava uma cabeça de jacaré com mandíbulas de pelúcia que pareciam engolir a cabeça dele! Sua mamãe não aprovou o moletom escolhido. Ela queria causar uma boa impressão na visita que fariam a uma família que não viam há tempos.


Humano demais


O escritor britânico Evelyn Waugh usava as palavras de maneira que acentuava as suas falhas de caráter. Finalmente, ele se converteu ao cristianismo, mas ainda lutava. Certo dia, uma mulher lhe perguntou: “Sr. Waugh, como pode o senhor se comportar assim e ainda se dizer cristão?” Ele respondeu: “Senhora, eu posso ser tão ruim quanto diz. Mas, creia-me, se não fosse por minha religião, eu mal seria um ser humano.”


Amor multiplicado


Quando uma mulher da igreja de Karen foi diagnosticada com ELA (esclerose lateral amiotrófica, também conhecida como doença de Lou Gehrig), o prognóstico parecia ruim. Esta doença é cruel e afeta os nervos e músculos, 


Uma história pessoal

Um bebê nascido havia poucas horas foi deixado numa manjedoura num presépio do lado de fora de uma igreja de Nova Iorque. Uma jovem mãe desesperada o embrulhou aquecido e o colocou onde ele seria descoberto. Em vez de sermos tentados a julgá-la, podemos ser gratos por esse bebê agora ter uma chance na vida.

O dinheiro

Cedo em minha carreira, com um trabalho que eu via mais como missão do que como emprego, outra empresa me ofereceu um cargo que me daria um bom aumento de salário. Certamente, minha família se beneficiaria financeiramente. Havia um problema. Eu não estava procurando por outro emprego porque amava o que fazia, e isso estava se tornando um chamado.

Observador do céu

Perturbado por problemas no trabalho e em casa, Mateus decidiu ir caminhar. O ar da noite primaveril era convidativo. Enquanto o céu infinito passava de azul para negro, um nevoeiro que se espessava descia lentamente sobre o brejo. Estrelas começaram a brilhar, anunciando a lua cheia subindo no leste. Para Mateus, aquele momento foi profundamente espiritual. Ele está aqui, pensou ele. Deus está aqui e é o dono disso.

Sinais e sentimentos

Conheço um jovem que costuma pedir sinais a Deus. Isso não é necessariamente condenável, mas suas orações tendem a buscar confirmação das suas sensações. Ele ora: “Deus, se queres que eu faça X, então por favor faça Y e eu saberei que é Tua vontade.”

Conquistador forte

A maioria de nós espera por um bom governo. Votamos, servimos e nos posicionamos por causas que acreditamos ser razoáveis e justas. Mas as soluções políticas permanecem impotentes para mudar a condição de nosso coração.

Meus irmãos e irmãs

Q uando a economia da região declinou, o pastor de uma igreja do local viu dificuldades, mas também oportunidades. Então, agendou uma reunião com o prefeito de sua cidade e perguntou: “O que a nossa igreja pode fazer para ajudá-lo?”. O prefeito ficou atônito. As pessoas costumavam recorrer a ele em busca de ajuda. Ali estava um pastor lhe oferecendo os serviços de toda uma congregação.