Our Authors

ver tudo

Articles by Mart De Haan

Marcação sensata

Um paciente entrou num hospital para fazer uma amputação que lhe salvaria a vida. Mas acordou e percebeu que haviam amputado o pé errado. No mesmo hospital, outro paciente também teve uma cirurgia feita no joelho errado.

O farmacêutico

O farmacêutico tinha uma boa reputação. Era um homem de família e bom negociante. Todavia, para aumentar seus lucros, esse profissional de confiança começou a diluir as doses dos medicamentos de quimioterapia que vendia. Ele foi flagrado e condenado por esse crime. Muitos médicos se perguntaram: “Como isso pôde acontecer?”

O zoológico de insetos

Na Filadélfia (EUA) existe um zoológico de insetos, com mais de 100 mil animais vivos, que entretêm 75 mil visitantes ao ano. O fundador e proprietário diz: “Ainda tenho mais de 1 milhão de insetos em estoque.” Ele aponta para caixas, latas de bolachas e outros recipientes empilhados do chão ao teto, cheios de insetos mortos de todo o mundo. Filmes, hologramas, microscópios e jogos divertem os visitantes de todas as idades. Há até uma balança para pesar as joaninhas, vaga-lumes e outras criaturas.

Árvore x urso

Não é muito comum a polícia interferir numa luta entre um urso e uma árvore. A briga começou com um insulto malicioso e um choque acidental. Repentinamente, o urso falou e a árvore respondeu! Logo vi que era um homem numa fantasia de urso brigando com alguém fantasiado de árvore. A polícia teve que apartar os dois.

Amizade internacional

Em 1947, Nádia, da Bulgária, e Millicent, dos EUA, se tornaram amigas por correspondência. Por anos, elas trocaram cartas com fotos, experiências de escola e seus sonhos. Elas pararam de trocar cartas quando o governo da Bulgária proibiu o contato com pessoas do mundo ocidental.

História em quadrinhos

Desde 1968, os personagens da história em quadrinhos The Lockhorns trocam grosserias e ironias em sua vida matrimonial. Hoje as tiras são publicadas em mais de 500 jornais, e entretêm milhões de leitores com coisas que o casal diz um ao outro: “Claro que podemos conversar agora. Só não fique em frente da TV.” A esposa, sem deixar de dar respostas ofensivas equivalentes, está pronta para dizer algo assim: “Claro, eu gasto mais do que você ganha, mas tenho confiança em você.”

Chamado dos pássaros

Os pássaros negros Chapim têm um nível surpreendente de complexidade nos ruídos que fazem quando enfrentam situações alarmantes. Os pesquisadores descobriram que eles usam uma frequência alta de alerta para os outros pássaros avisando sobre a comida ou que os predadores estão próximos.

Qual é a razão?

Antigamente, os cientistas pensavam que os vertebrados com a menor expectativa de vida eram os peixes ‘killifish’ de cor turquesa. Esses pequeninos animais aquáticos vivem em lagos onde chove periodicamente, na África equatorial, e precisam completar seu ciclo de vida em 12 semanas, antes que os lagos desapareçam.

Dança das abelhas

Como as abelhas chegam ao néctar? Os cientistas dizem que tudo é questão da dança da “sacudida”. A teoria foi considerada com ceticismo quando apresentada pela primeira vez, por meio do zoólogo e ganhador do Prêmio Nobel, Karl von Frisch, nos anos de 1960. Mas agora, os pesquisadores britânicos usaram pequeninos refletores de radar, colados nas abelhas operárias, para confirmar a teoria de Frisch. Eles confirmaram que a abelha orienta o seu corpo na direção da fonte de comida e usa a intensidade da sua dança para sinalizar a distância às outras abelhas.

Picada do escorpião

Nas Fábulas de Esopo consta a antiga história de um menino que caçava gafanhotos. O rapaz já havia caçado alguns, quando viu um escorpião. Achando que era mais um gafanhoto, esticou sua mão para alcançá-lo. O escorpião mostrou seu ferrão e disse: “Se você tivesse encostado em mim, meu amigo, você teria me perdido, e também todos os seus gafanhotos!”

Sabedoria e internet

Brewster Kahle tem uma visão para a internet, ele sonha com o acesso universal a todo conhecimento humano. Como bibliotecário digital, diretor e cofundador do site archive.org, Kahle acredita que apenas começamos a tocar no vasto potencial da internet para mudar e melhorar o nosso mundo.

Confusão

Ao comparecer à entrevista de trabalho numa rádio, um homem foi confundido, com a autoridade aguardada para a entrevista que iria ao ar dali uns minutos. O produtor desse programa, preocupado com o horário, apressadamente, conduziu o candidato à vaga, desnorteado, ao estúdio de notícias, fixando o microfone na roupa dele.

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Continue rindo

Na Alemanha, um juiz ordenou que um homem parasse de dar gargalhadas num parque. Joachim Bahrenfeld, um contador, foi levado à corte por um dos muitos corredores do local, que afirmava que os brados ensurdecedores de alegria de Bahrenfeld atrapalhavam as corridas. Se fosse reincidente, ele poderia pegar até seis meses de prisão. Bahrenfeld, de 54 anos, diz que vai rir no bosque quase todos os dias para aliviar-se do estresse. Ele diz: “Isso faz parte da minha vida, como comer, beber e respirar.” Para ele, um coração alegre que se expressa por meio de um riso sincero é importante para a saúde e a sobrevivência.

A caixinha e as joias

Certo pastor usou um episódio triste da vida do escritor britânico, Isaac Watts para fazer uma comparação persuasiva. O reconhecido autor de tantos hinos apaixonou-se por uma jovem muito bonita, Elizabeth Singer. Ela admirava as poesias dele, sua capacidade intelectual e seu espírito — mas, apesar disso, ela não conseguiu superar a aversão pela aparência de Watts.

O que é o certo?

Quando meu computador saudou-me, certa manhã, com a assim chamada “tela azul da morte”, eu sabia que algo estava estragado, mas não sabia como consertar. Li um pouco, tentei algumas coisas mas, por fim, tive que chamar um técnico. Saber que algo estava errado era só uma pequena parte do problema; eu não consegui consertá-lo porque não sabia lidar com aquilo e fazer a coisa certa.