Our Authors

ver tudo

Articles by Joe Stowell

Acalmando a alma

Enquanto assistia a um concerto musical, minha mente desviou-se para uma questão desagradável que exigia minha atenção. Felizmente, a distração durou pouco, à medida que as palavras de um belo hino começaram a tocar profundamente o meu ser. Um grupo de homens estava cantando à capela “Confiança em Deus (HNC 156)”. Lágrimas verteram conforme eu ouvia as palavras e contemplava a paz serena que somente Deus pode dar:

Uma vida de legado

A o hospedar-me num hotel de uma pequena cidade, percebi que havia um culto na igreja do outro lado da rua. Jovens e idosos, todos de pé, lotavam o salão da igreja e se acumulavam na calçada. Ao ver um carro fúnebre estacionado, percebi que se tratava de um funeral. Pelo tamanho da multidão, presumi ser a celebração da vida de um herói local — talvez um empresário rico ou uma personalidade famosa. Curioso, eu disse ao funcionário da recepção: “Essa é uma participação incrível para um funeral; deve ser de uma pessoa famosa na cidade.”

Melhor amigo, para sempre

Uma das frases de sabedoria que passei a apreciar é a afirmação tantas vezes repetida por meu pai: “Os bons amigos são um dos maiores tesouros da vida.” Como é verdade! Com bons amigos, você nunca está sozinho. Eles estão atentos às suas necessidades e de bom grado compartilham as alegrias e os pesares da vida.

Sua amorosa presença

Nossos corações se partiram ao sabermos que nossa boa amiga Cíntia havia sido diagnosticada com câncer. Cíntia era uma pessoa vibrante, cuja vida abençoou todos os que cruzaram o seu caminho. Minha mulher e eu nos alegramos quando ela entrou em remissão, mas, alguns meses depois, seu câncer voltou agressivamente. Em nossas mentes, ela era jovem demais para morrer. Seu marido me contou sobre suas últimas horas. Fraca e mal conseguindo falar, Cíntia sussurrou-lhe: “Apenas fique comigo.” O que ela queria mais do que qualquer coisa naqueles momentos sombrios era a presença amorosa dele.

Deus do comum

Ouvir testemunhos sobre como Deus fez algo espetacular na vida de outra pessoa pode nos desafiar. Embora possamos nos alegrar ao ouvir sobre respostas a oração, também podemos questionar por que o Senhor nada fez de surpreendente por nós ultimamente.

Ótima literatura

Li um artigo sobre o que constitui a ótima literatura, e nele o autor sugere que: “Ao término da leitura, o leitor é uma pessoa diferente.”

Exame do coração

A o ir de trem até Chicago para trabalhar, sempre segui os “códigos de conduta não escritos”, como não conversar com pessoas desconhecidas sentadas ao seu lado. Isso foi difícil para um sujeito como eu, para quem não há estranhos. Eu amo conversar com pessoas novas! Mesmo mantendo o código do silêncio, percebi que ainda podemos aprender sobre as pessoas com base na seção do jornal que elas leem. Então, eu observava o que elas liam primeiro: A seção de negócios? Esportes? Política? Eventos atuais? Suas escolhas revelavam os seus interesses.

Escolhas

Certa vez um amigo me disse: “Joe, descobri que minha vida não consiste dos sonhos que tenho, mas das escolhas que faço.”

Desligue o placar

Na recepção do casamento de seu filho, meu amigo Roberto deu conselhos e incentivo aos recém-casados. Em sua fala, ele contou sobre um treinador de futebol de uma cidade vizinha que, quando seu time perdia um jogo, mantinha a pontuação perdedora no placar durante toda a semana, para lembrar o time de seu fracasso. Embora essa possa ser uma boa estratégia no futebol, Roberto sabiamente advertiu que essa estratégia é terrível no casamento. Quando seu cônjuge o aborrece ou falha com você de alguma maneira, não fique chamando a atenção para o fracasso. Desligue o placar.

Onde está a coleira?

Recentemente, quando saímos para saborear comida chinesa com amigos, observei que um homem passeava com o seu cachorro em frente ao restaurante. Normalmente, eu não olharia duas vezes. Mas o dono do cachorro havia colocado a coleira e dobrado em forma do número oito na boca do cachorro.

Paisagem transformada

Gosto demais do meu jardim. No entanto, no inverno, o frio e a geada o reduzem a uma paisagem seca, coberta de geada e sem flores.

Promessa cumprida

Fora da época de campeonato nacional, os diretores e treinadores se concentram em negociações de jogadores, a fim de se prepararem para uma temporada de vitórias no próximo torneio. Mas para o torcedor de um time como o meu, não se pode esperar muita coisa, porque não saímos da série B do campeonato há muitos anos! Por isso a promessa que um novo jogador do time fez numa conferência da imprensa, soou inacreditável: “Vamos entrar para série A!” Tenho de admitir: foi difícil não duvidar dessas palavras.