Our Authors

ver tudo

Articles by Joanie Yoder

Paz mental

Em seu livro Mais que passarinhos (Ed. Vida, 1994), Mary Welch relata sobre o debate com um grupo de adolescentes a respeito da preocupação. Embora fossem cristãos, eles estavam tão preocupados quanto os não-cristãos em relação às coisas comuns da vida. Ao ouvi-los, amorosamente, ela teve uma ideia incomum: era um jogo que poderiam fazer, e consistia no seguinte: Em vez de dizer: “Estou preocupado,” pare e diga: “O Senhor é o meu pastor.” E em seguida acrescente: “E por isso estou mortalmente preocupado!” Os estudantes riram da ideia absurda, mas todos prometeram jogar aquele novo jogo da “paz mental”.

Purifique o ambiente

A poluição é um problema frustrante! Todos sofrem com ela, no entanto, todos contribuem para que ela aumente.

No lava car

Jamais esquecerei da primeira vez que usei um lava car automático. Aproximei-me dele com o mesmo temor que sinto quando vou ao dentista, coloquei o dinheiro na máquina, nervosa verifiquei as janelas duas vezes, desacelerei o carro até a fila, e esperei. Forças além do meu controle começaram a mover meu carro para frente como se ele estivesse numa esteira rolante. Lá estava eu, enclausurada, quando uma forte rajada de água, sabão e escovas atingiu meu carro vindo de todos os lados. E se eu ficar presa aqui ou a água entrar? Pensei de modo irracional. De repente os jatos de água pararam. Após uma secagem a ar, meu carro foi empurrado de volta ao mundo exterior, limpo e polido.

SEMENTES E FÉ

Li uma fábula sobre um homem que estava dando uma olhada numa loja quando fez a descoberta chocante, de que Deus estava atrás da caixa registradora. Então o homem foi até Ele e perguntou: “O que você está vendendo?” Deus respondeu: “O que o seu coração deseja?” O homem disse: “Quero felicidade, paz de espírito e libertação do medo… para…

SOMENTE DEUS

Uma vez um sábio professor de estudo bíblico disse: “mais cedo ou mais tarde Deus trará as pessoas autossuficientes a um lugar onde não terão recurso algum a não ser Ele — sem forças, sem respostas, nada a não ser Ele. Sem a ajuda de Deus eles estão acabados”.

Depois ele nos contou a história de um homem desesperado que…

IDOLOS NO CORAÇÃO

Quando meu marido e eu partimos como missionários pela primeira vez, lembro-me de que fiquei preocupada com o crescimento do materialismo em nossa sociedade. Nunca me passou pela mente que eu poderia ser materialista. Afinal, não tínhamos cruzado os mares com quase nada? Não tínhamos escolhido viver num apartamento com poucos móveis e sem algumas facilidades básicas? Eu pensei que…

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Guarde o coração

Meu sogro comprou o topo de um monte rochoso e árido, transformou-o num terreno apropriado e construiu uma casa com um belo gramado. Após remover milhares de pedras, colocou uma camada de terra, plantou árvores e grama e manteve-os sempre úmidos. Desde a sua morte, o lugar não recebe mais o mesmo cuidado. Hoje, quando visito e trabalho ao redor da casa, luto com os espinhos e as ervas daninhas, e penso em meu próprio coração.

Amor em ações

No término da linha de trens, em que Leonardo trabalhava, havia uma companhia de carvão. Todos os dias alguns trens de carga passavam por ali. Leonardo observou, que, muitas vezes, o dono da companhia, que era cristão, jogava pedaços de carvão por sobre a cerca, em vários lugares, ao longo da ferrovia. Certo dia, ele lhe perguntou pelo motivo daquilo.

Irmandade da cruz

Na obra fictícia de J. R. Tolkien, O senhor dos anéis, um simples hobbit de bom coração chamado Frodo Bolseiro recebe uma missão perigosa. Com o grupo denominado “A Irmandade do anel”, ele deve devolver um anel mágico de ouro ao fogo do Monte da Perdição — onde havia sido forjado — para derrotar as forças do mal.