Our Authors

ver tudo

Articles by Dennis Fisher

Órfãos e viúvas

Meu caminho para o trabalho dura cerca de 25 minutos e, assim, para passar o tempo, tornei-me um ouvinte ávido de livros falados. Recentemente, eu estava ouvindo o clássico de Charles Dickens, Oliver Twist. Em determinado ponto da história, tive de parar a gravação porque era demasiadamente perturbadora. Embora já soubesse que o livro teria um final feliz, havia algo inquietante sobre o tratamento brutal àquele pobre órfão.

Responsabilidades esmagadoras

Quando o desfecho da Segunda Guerra Mundial ainda era incerto, Franklin Roosevelt morreu e Harry Truman teve de assumir a presidência dos EUA. No dia seguinte, o Presidente Truman disse aos repórteres: “Quando me disseram o que aconteceu ontem, pensei que a lua, as estrelas e todos os planetas tinham caído sobre mim.” Certamente, Truman enfrentou responsabilidades esmagadoras.

Paraíso dos mosquitos

Os construtores do canal do Panamá superaram enormes desafios: mover toneladas de terra, redirecionar o rio e derrubar quilômetros de florestas. Mas um pequenino mosquito ameaçava acabar com todo o projeto. O Istmo do Panamá era um lugar ideal para a procriação dessa peste. Quando os mosquitos infectaram muitos trabalhadores no canal com febre amarela e malária, o número de mortos aumentou.

O cavalo e seu menino

No livro As Crônicas de Nárnia, de C.S. Lewis (Martins Fontes, 2010) no texto O cavalo e seu menino, Bree é um cavalo que fala. Ele considera o menino, Shasta, um “potro” que precisa de muito treinamento. Suas opiniões refletem um ar de superioridade. Ele acha que é um cavalo de guerra, valente e com grandes habilidades. Todavia, quando ouve o rugido de um grande leão, foge e deixa os outros membros do seu bando indefesos.

Recusando ajuda

Em 1869, John Roebling sonhou em construir uma ponte gigantesca sobre o Rio Leste, em Nova Iorque. Infelizmente, no início do projeto, seu pé foi esmagado num acidente. Enquanto se recuperava, Roebling insistiu que sabia o que era melhor e assumiu seu próprio tratamento médico. Depois de recusar ajuda, começaram a aparecer os sinais de tétano. Logo a sua mandíbula travou. Os acidentes vasculares e a demência começaram a abatê-lo, até sua morte, algumas semanas mais tarde.

Descompressão espiritual

Em maio de 1883, os novaiorquinos celebraram o término da construção da Ponte do Brooklyn, a primeira ponte pênsil de aço. Todavia, esse ato da engenharia moderna não foi conquistado sem sacrifício. Para fazer os fundamentos gigantescos da ponte, na água, era necessário o uso de enormes câmaras herméticas, chamadas caissons. Os homens trabalhavam nelas submetendo-se a uma tremenda pressão de ar.

Entrega especial

Quando recebemos uma entrega especial à porta da nossa casa, isso geralmente significa que é uma encomenda muito importante. Segundo muitos estudiosos da Bíblia, Febe foi quem entregou pessoalmente uma carta de imenso valor à igreja em Roma — uma obra-prima de inspiração doutrinária, do apóstolo Paulo. Essa obra destaca como a humanidade perdida e pecaminosa pode encontrar a redenção por meio da fé na morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Madame Curie

Madame Marie Curie é pioneira no estudo da radioatividade e assegurou o seu lugar na história. Em 1903, ela foi a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel de Física. Depois, em 1911, a estudiosa recebeu um segundo prêmio Nobel, desta vez em química.

Santa Ceia na Lua

nave espacial Apollo 11 aterrissou na Lua em 20 de julho de 1969. A maioria de nós está familiarizada com a afirmação histórica de Armstrong, quando ele pisou na superfície da Lua: “Um pequeno passo para o homem; mas um salto gigante para a humanidade.” Poucos sabem a respeito da primeira refeição que lá fizeram.

Buzz Aldrin havia levado à nave um…

Impressões equivocadas

O romance de Jane Austen, Orgulho e Preconceito, (Pub. Europa-América, 2010) é sobre uma mulher inglesa, Lizzy Bennet, perseguida pelo Sr. Darcy, um homem egocêntrico, complexado e rico. A primeira impressão de Lizzy sobre ele foi de que era: arrogante, introvertido e egoísta. Mais tarde, quando chega a saber de seus muitos atos secretos de bondade para com os outros, Lizzy admite…

Tempestade perfeita

Em seu livro A tempestade perfeita (Vega, 2001), o autor Sebastian Junger registra fatos chocantes sobre a força de um furacão: “Um furacão em sua formação completa é o evento mais poderoso da terra; os arsenais nucleares dos EUA e da antiga União Soviética combinados não teriam a energia suficiente para evitar que tal furacão seguisse o seu caminho. Um furacão típico poderia prover toda a energia elétrica necessária nos EUA por três ou quatro anos.”

Duras pancadas

Durante a era da Grande Depressão dos anos 1930, A pequena órfã Annie era uma série cômica e um programa de rádio. Anos mais tarde, tornou-se a base para a comédia musical Annie. A cena de abertura mostra Annie num orfanato, onde as meninas são forçadas a limpar e esfregar o chão, no meio da noite. Para expressar os seus sentimentos de indefesa, elas cantavam: “É uma vida de duras pancadas para nós. Ninguém se importa nem um pouco com você quando está num orfanato. É uma vida de duras pancadas.”

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

A caixinha e as joias

Certo pastor usou um episódio triste da vida do escritor britânico, Isaac Watts para fazer uma comparação persuasiva. O reconhecido autor de tantos hinos apaixonou-se por uma jovem muito bonita, Elizabeth Singer. Ela admirava as poesias dele, sua capacidade intelectual e seu espírito — mas, apesar disso, ela não conseguiu superar a aversão pela aparência de Watts.

O que é o certo?

Quando meu computador saudou-me, certa manhã, com a assim chamada “tela azul da morte”, eu sabia que algo estava estragado, mas não sabia como consertar. Li um pouco, tentei algumas coisas mas, por fim, tive que chamar um técnico. Saber que algo estava errado era só uma pequena parte do problema; eu não consegui consertá-lo porque não sabia lidar com aquilo e fazer a coisa certa.

Correndo em vão

Quando meu amigo Roger Weber iniciou a maratona de Chicago, em 2006, ele percebeu que havia algo no chão. Era o chip de um corredor — o dispositivo que cada atleta coloca em seu tênis para registrar a passagem por diversas estações de marcação de tempo, durante a corrida. Aparentemente, um pobre corredor seguiria pelos próximos 42 quilômetros, sem poder provar a sua participação.