Our Authors

ver tudo

Articles by David H. Roper

Orações perdidas

A manchete dizia: “Orações não respondidas — cartas a Deus jogadas no oceano foram encontradas.” Eram 300 cartas enviadas a um pastor que já havia falecido, e que tinham sido atiradas no oceano, a maioria delas sem ter sido abertas. O pastor já tinha falecido havia muito tempo. Como as cartas chegaram à beira-mar flutuando é um mistério.

Estamos vendendo tudo?

Será que nos “vendemos”, como fez Esaú? (Hebreus 12:16). Será que a sedução da riqueza, poder, prestígio, posição, segurança, estilo ou a aprovação e o elogio dos outros nos levaram a trocar as riquezas de Deus por uma simples refeição?

Presente anônimo

Anos atrás, recebi pelo correio um cilindro embalado. Era uma excelente vara de bambu com uma bobina famosa e clássica — uma engrenagem cara para pescar, que eu não teria condições de comprar. O cartão que o acompanhava simplesmente dizia: “Queria fazer algo por você”. Até hoje, não tenho a menor ideia de quem a enviou.

Beleza incomum

Para algumas pessoas, a palavra santidade suscita imagens de uma pessoa puritana que é “boa” no pior sentido da palavra, com rostos taciturnos e sombrios. Estão cheias de justiça própria e obrigações rígidas, “só na espera da próxima vida”, como se expressou o redator de um jornal.

Bon Voyage

A palavra “partida” usada por Paulo na carta de 2 Timóteo 4:6, tem um grande significado. Ela significa sair ou “desprender”. Ele a usa quando suspira: “Ora, de um e outro lado, estou constrangido, tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor” (Filipenses 1:23).

O grande médico

Ao refletir sobre sua saúde, que estava se deteriorando, John Donne (1572–1631) descreveu o que sentira quando os médicos o examinaram para achar a “raiz” da sua doença. Serenamente, eles discutiram suas conclusões, do lado de fora do quarto.

Cante!

Nossa casa fica perto de um parque onde costumo caminhar todas as manhãs. Uma senhora de idade também passeia por ali, no mesmo horário. Ela caminha no sentido horário, e eu no sentido anti-horário, o que significa que nos encontramos duas vezes a cada volta. Seus olhos são amáveis e sua face já é cansada por causa da idade.

Cuidando dos outros

Quando nos dedicamos aos outros, manifestamos a essência do caráter de Jesus, pois Ele sempre agiu dessa forma — pensou mais nos outros do que em si mesmo. Que outra razão haveria para o Senhor tornar-se “…obediente até à morte e morte de cruz” (Filipenses 2:8)?

Caminhada no parque

Os fundos da nossa casa dão para um parque com uma trilha para caminhadas. Posso ver a maior parte dela pela janela e, por isso, aprendi a reconhecer as pessoas pela maneira como caminham.

Em qualquer lugar com Jesus

Quando meu filho era pequeno, certa vez o levei comigo para buscar a sua cuidadora. Ao me aproximar da casa, vi que o seu cachorro grande estava deitado na varanda. Num primeiro relance, o cachorro parecia tranquilo. Mas, de repente, ele pôs-se em pé e atacou meu filho, que pulou, agarrando-se na minha perna, tentando subir até a minha cintura. De alguma forma, ele acabou se agarrando em meu pescoço e ombros.

Fomos perdoados

O salmista clama a Deus “das profundezas” (Salmo 130:1). E o seu problema vem à tona: terrível culpa por coisas que fez e que não fez no passado. “Se observares, Senhor, iniquidades, quem, Senhor, subsistirá?” (v.3).

Alimentador de esquilos

Anos atrás, coloquei um alimentador de esquilos numa árvore, a alguns metros da nossa casa. É uma peça simples — duas tábuas e um prego no qual se prende uma espiga de milho. E desde então, todas as manhãs, um esquilo vem desfrutar da refeição do dia. É um animal bonito — preto com a barriga redonda acinzentada.