Our Authors

ver tudo

Articles by David C. McCasland

Carta de papai

Alguns meses antes de falecer de câncer, meu pai me escreveu uma carta, na qual dizia: “Jamais penso em você sem fazer uma pequena oração por sua vida e sucesso. Eu o conheço, e sei o que está em seu interior. Estou seguro de que entendo seus objetivos, a sua maneira de escrever e a mensagem que você quer transmitir. Fique firme nisso e que o Senhor o abençoe. Estou tão orgulhoso e grato que Deus me permitiu ser o seu pai.” Essa carta é um dos maiores presentes que meu pai me deu.

Em que você crê?

Certo jovem doutorou-se em Química Física numa reconhecida universidade, e em seguida estudou Medicina. Durante sua residência médica, uma mulher que estava no hospital e à beira da morte falou muitas vezes com ele sobre a fé que ela tinha em Cristo. Ele rejeitava a existência de Deus, mas não podia ignorar a serenidade daquela senhora. Certo dia, ela lhe perguntou: “Em que você crê?” Pego de surpresa, o médico-residente ficou vermelho, e gaguejou: “Não estou muito seguro no que creio.” Alguns dias mais tarde, a mulher faleceu.

Amor imutável

Em certa cerimônia de casamento em que participei, o pai da noiva citou uma comovente seleção de textos bíblicos sobre o relacionamento conjugal. Em seguida, um amigo do casal leu o “Soneto 116” de William Shakespeare. O pastor que conduziu a cerimônia usou uma frase daquele soneto para ilustrar o tipo de amor que deve caracterizar o matrimônio cristão: “Amor não…

Mais do que imaginamos

Por décadas, os artistas pintaram cenas do universo baseados na combinação de informações científicas e suas imaginações. Porém, fotos de sondas espaciais e do telescópio Hubble redefiniram a visão de realidade desses artistas. Um deles disse que as primeiras fotos dos satélites de Júpiter (Io e Europa) “acabaram sendo mais exóticas do que todos tinham imaginado”. Agora, ele considera que 70% de…

Milagre ou mágica?

Será que Jesus realmente caminhou sobre as águas ou simplesmente fez uso de alguns bancos de areia próximos dali? Ele verdadeiramente multiplicou pães e peixes para alimentar 5 mil pessoas ou somente hipnotizou a multidão e fez as pessoas pensarem que Ele havia multiplicado? Foi milagre ou mágica?

Quando um ilusionista cristão explorou essas perguntas num programa de TV, ele colocou de…

Ser liberto

Geralmente, quando alguém precisa se mudar para uma casa menor ela se desfaz de bens pessoais. Os móveis e outros bens são sacrificados por falta de espaço. Uma psicóloga que mudou-se para uma casa menor, passou pelo difícil processo de abrir mão de muitos itens dos quais gostava muito, e que havia trazido de outras partes do mundo. Em vez de sentir-se mal, desfez-se das coisas desnecessárias que a prendiam ao passado.

Primeiro o óbvio

Quando Bill Husted compareceu a sua quadragésima reunião com colegas de escola, havia duas reuniões de ex-alunos no mesmo prédio naquele dia, e ele estava na sala errada.

Sempre agradecidos

O bonito hino: “Nós aramos os campos” muitas vezes é cantado durante as comemorações do Dia de Ação de Graças, em novembro. Para mim, ele evoca imagens de famílias que compartilham uma ceia tradicional durante a época da colheita.

O arquivo celeste

Minha esposa tem uma pasta que ela chama de “arquivo celeste”, a qual contém artigos, obituários, fotos, cartões de recordação dos funerais de familiares e amigos. Ela os guarda, não como um triste lembrete de pessoas que amamos e já perdemos, mas como uma alegre expectativa de união com eles, no céu.

Olhe para frente

Durante o período em que o General Colin Powell foi Secretário de Estado dos EUA, descobriu-se que um discurso que ele havia feito nas Nações Unidas baseava-se, parcialmente, em informações incorretas. Em sua carreira, esse foi um de seus pontos fracos. Powell declarou: “Estou decepcionado. Sinto muito que isso tenha acontecido e desejaria que os que, naquela época, sabiam mais do que eu, tivessem dito algo naquela ocasião, mas não há mais nada que eu possa dizer ou fazer sobre isso.”

Apenas para aparecer

Cada vez mais os livros antigos são adquiridos por suas capas de couro e não pelo conteúdo. Os designers de interior os compram para criar uma atmosfera antiga e acolhedora nos lares de clientes ricos. Para eles, é importante que os livros combinem com a decoração do ambiente. Um rico homem de negócios comprou 13 mil livros antigos que nunca lerá, apenas para dar um novo “ar de biblioteca” na casa que reformou. Aqueles livros são apenas para serem exibidos.

Fonte de alegria

Paul Gerhardt, um pastor na Alemanha do século 17, tinha todas as razões para estar descontente. A sua esposa e seus quatro filhos tinham morrido; a Guerra dos Trinta Anos havia deixado morte e devastação por toda a Alemanha. Os conflitos das igrejas e a interferências políticas tinham enchido a sua vida de sofrimento. Mas, apesar da grande angústia pessoal, ele escreveu mais de 130 hinos, muitos deles caracterizados por alegria e devoção a Jesus Cristo.

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Mentalidade de consumo

Gosto de ler e tenho prazer em comprar livros, mas não gosto quando as editoras se referem a mim como “consumidor”. A palavra consumir pode significar “desfazer-se completamente” ou “gastar de forma esbanjadora”. Ela me traz à mente incêndios de florestas que acabam com a vegetação, deixando árvores e casas queimadas. Quando lemos livros, não os consumimos neste sentido, pois não deixam de existir depois que os usamos. Acontece justamente o contrário. Eles se tornam parte de nós; nos transformam.

O coração da igreja

O que faz uma igreja ter sucesso? Um grande número de pessoas reunidas no domingo? O orçamento multimilionário? A construção moderna?

Árvore x urso

Não é muito comum a polícia interferir numa luta entre um urso e uma árvore. A briga começou com um insulto malicioso e um choque acidental. Repentinamente, o urso falou e a árvore respondeu! Logo vi que era um homem numa fantasia de urso brigando com alguém fantasiado de árvore. A polícia teve que apartar os dois.