Our Authors

ver tudo

Articles by david c. mccasland

Guarde o coração

Meu sogro comprou o topo de um monte rochoso e árido, transformou-o num terreno apropriado e construiu uma casa com um belo gramado. Após remover milhares de pedras, colocou uma camada de terra, plantou árvores e grama e manteve-os sempre úmidos. Desde a sua morte, o lugar não recebe mais o mesmo cuidado. Hoje, quando visito e trabalho ao redor da casa, luto com os espinhos e as ervas daninhas, e penso em meu próprio coração.

Fé que vence a morte

Oimpacto da ressurreição foi adiado pela incredulidade daqueles mais próximos a Jesus. Pelo menos por três ocasiões, eles não creram que Jesus estava vivo. Não creram no testemunho de Maria Madalena, dos discípulos de Emaús e quando Ele mesmo se apresentou aos 11 apóstolos.

Isto é melhor

Pessoas em todo o mundo buscam o melhor produto, seja ao comprarem uma fruta no supermercado ou ao escolherem um lugar para viver. Examinamos, ponderamos, comparamos e finalmente fazemos uma escolha baseados no que cremos ser o certo. Não posso imaginar que alguém diga: “Estou convencido de que este é o pior, e por isso vou comprá-lo.”

Spray de lama

Uma companhia britânica desenvolveu um produto chamado “spray de lama” para que os moradores da cidade pudessem dar aos seus veículos 4x4 de luxo a impressão de terem feito um passeio off-road, para um dia de caça e pesca, sem jamais terem saído da cidade. A lama é até filtrada, para remover pedras e fragmentos que possam arranhar a pintura. Segundo a companhia, as vendas estão indo bem.

Existe amor

Há algum tempo, eu trocava emails com um amigo que se aproximava dos 30 anos e não tinha um relacionamento amoroso sério em vista. Ele é talentoso, engraçado, bonito e um cristão comprometido. Mas até então, tudo no seu horizonte romântico não passava de miragem.

Vivendo cada dia

Quando festejou seu 104.º aniversário, Tamer Lee Owens disse que “o riso, o Senhor e as pequenas coisas” a fizeram seguir adiante na vida. Esta senhora ainda encontrava prazer todos os dias ao conversar com pessoas, caminhar, ler a Bíblia, como tinha feito desde a infância. Ela dizia: “Não sei quanto tempo Ele ainda vai me deixar aqui, simplesmente agradeço ao Senhor pelo que já me deu.”

Responsabilidade

Ao aparecerem escombros em chamas e pessoas desesperadas na tela de TV, um repórter disse: “Uma organização terrorista assumiu a responsabilidade pelos bombardeios de ontem à noite, que deixaram 23 mortos e muitos feridos.” Isso não foi um simples ato ocasional de violência, mas um ato calculado a fim de aterrorizar pessoas e promover os objetivos daqueles que deram um passo à frente e disseram: “Nós fizemos isso.”

Fugindo de Deus

Por que as pessoas fogem de Deus? Por causa de ira, decepção, desespero, desobediência ou uma rede de rebelião tecida por nossos próprios desejos?

Socorro!

As pessoas devem chamar o número 190 somente em caso de emergência, mas muitos não entendem ou não seguem essa norma. A polícia de emergência recebia chamadas de pessoas informando que seus aparelhos de TV não estavam funcionando, perguntando sobre a temperatura ou ainda querendo denunciar falsificação de identidade, contanto que permanecessem anônimas.

Use sua armadura

Ao visitar um museu, fiquei intrigado com uma pequena inscrição que descrevia uma classe de gladiadores romanos — os Reciários — que lutavam usando somente uma rede e um tridente. De todas as armas temíveis e letais à disposição daqueles guerreiros, que muitas vezes lutavam até à morte, esses homens recebiam apenas essas duas — uma rede e uma lança de três pontas. Quando entravam na arena, a sua sobrevivência dependia da habilidade de usar tais armas.

Paz duradoura

Na véspera do Natal de 1914, durante a Primeira Guerra Mundial, as armas silenciaram ao longo de um trecho de aproximadamente 50 quilômetros da frente ocidental. Os soldados surgiam cautelosamente por cima das trincheiras, enquanto alguns deles recuperavam suas posições e enterravam os mortos. Quando a escuridão chegou, algumas tropas alemãs acenderam suas lanternas e cantaram canções natalinas. Os soldados do lado britânico aplaudiram e gritaram saudações de Natal.

A essência do Natal

O romance de Charles Dickens, “Canção de Natal”, foi lançado em 19 de dezembro de 1843 e nunca mais saiu de circulação. Ele conta a história de Ebenezer Scrooge, um homem rico, mal-humorado e mesquinho que dizia: “Cada idiota que aparece desejando ‘Feliz Natal’, deveria ser cozido junto com seu próprio pudim!” Porém, na véspera de Natal, Scrooge é radicalmente transformado em um homem generoso e feliz. Com muito humor e perspicácia, o livro de Dickens capta o anseio universal por paz interior.