Our Authors

ver tudo

Articles by Cindy Hess Kasper

Lembranças

Anos atrás, alguns membros da minha família se reuniram num restaurante para celebrar o 100.º aniversário de minha avó.

Algo para a alma

Repletos de histórias inspiradoras, o livro Canja de galinha para a alma (Ediouro, 1995) logo se tornou o mais vendido. Não me admira. Um título que inclui uma “canja de galinha” traz lembranças da infância, nariz entupido e garganta irritada — quando somente um cobertor quente e a canja fumegante de galinha e arroz traziam algum alívio.

Ele deseja mais

Imagine esta situação: Você sempre senta-se na fileira de bancos da igreja em frente ao Samuel. Ao entrar, sorri e o cumprimenta com um “Bom dia”. Ao sair sempre lhe diz: “Vemo-nos no próximo domingo.” Mas certo domingo, você alonga a pequena conversa e lhe pergunta: “Samuel, você poderia me dar duzentos reais?”

Aventura

Quando tinha aproximadamente 7 anos, eu estava no carro com minha mãe e duas irmãs, quando ela parou o veículo no acostamento para estudar um mapa. Eu estava preocupada e perguntei: “Mamãe, nós estamos perdidas?”

Mudando o mundo

Tentar mudar as pessoas pode ocupar todo o nosso tempo. Como o mundo seria perfeito — se as outras pessoas fizessem o que queremos!

Seja específico

…Que queres que eu te faça?… — Marcos 10:51

No dia anterior a uma grande cirurgia, compartilhei com minha amiga que eu estava realmente apavorada quanto ao procedimento. “Qual parte a apavora?”, perguntou ela. “Tenho muito medo de não acordar da anestesia”, respondi. Imediatamente, Anne orou: “Pai, o Senhor conhece o medo da Cindy. Por favor, acalme o seu coração e…

Sempre presente

Davi, noivo de Tânia, estava na UTI, após uma cirurgia delicada para reparar um aneurisma cerebral. Seus olhos estavam focados em Tânia, que ficou ao lado dele por vários dias. Admirado, ele disse: “Toda vez que eu abro os olhos, você está aqui. Toda vez que penso em você, abro os meus olhos e você está aqui. Amo isso.”

Muralha de unificação

Os muros dividem. A Grande Muralha da China foi construída como proteção contra as tribos saqueadoras. Aquela linha notável de defesa, de 6.400 quilômetros, cercou toda a Ásia, e grande parte dela ainda existe. Em contraste, o Muro de Berlim mantinha as pessoas do lado de dentro, e não de fora. A sua destruição, em 1989, uniu as pessoas numa alegre celebração.

O que Deus nos deve

Conta-se a história de um comerciante que vendia rosquinhas por 50 centavos cada, numa banca na esquina de uma rua. Um praticante de cooper passava correndo, jogava algumas moedas no balde, mas não levava nenhuma rosca. Fez isso todos os dias, por alguns meses. Certo dia, quando o corredor estava passando novamente, o vendedor o parou. “Provavelmente você quer saber por que sempre lhe dou dinheiro e nunca levo uma rosca, não é?”, disse o corredor. “Não”, respondeu o vendedor. “Só queria informar que o preço das roscas agora é 60 centavos.”

Dom da graça

Uma mulher contou-me que, quando pequena, as crianças da vizinhança não podiam brincar com ela porque não frequentava uma igreja. Mais tarde, ao se tornar cristã, sua mãe lhe perguntou: “Você não vai começar a agir como se fosse melhor do que todos nós, não é?” A mãe dela tinha a impressão errada do que é ser cristã por causa de seus vizinhos.

Estou com Ele

Meu esposo tem uma camiseta estampada com o desenho de uma ovelha caminhando em apenas duas pernas em direção a um lobo, que está impedindo a passagem pelo portão.

Uma obra em andamento

Pablo Casals foi considerado o mais ilustre violoncelista na primeira metade do século 20. Ele ainda tocava seu violoncelo apesar de sua idade avançada, quando um jovem repórter perguntou: “Senhor Casals, o senhor está com 95 anos de idade e é o maior violoncelista que já existiu. Por que o senhor ainda estuda violoncelo seis horas por dia?”

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Flexibilidade

Com o passar dos anos, tive o privilégio de liderar diversas viagens para as terras bíblicas. Nos meses antes das nossas partidas, fazíamos uma série de reuniões de orientação, como preparação para a viagem. Planos, horários, acomodações de hotel, informações de contato — tudo podia sofrer alterações com qualquer notícia inesperada.

Integridade 101

Os oficiais numa certa cidade surpreenderam-se ao receber uma carta e o dinheiro de um motorista que havia recebido uma multa por excesso de velocidade, em 1954. O turista inglês, tinha visitado aquela cidade, e sido multado por excesso de velocidade. A multa fora de uns 32 reais, mas ele a esquecera por quase 52 anos até descobri-la — num casaco velho. Ele, agora com 84 anos, vive num asilo, e disse: “Pensei: tenho que pagar essa multa, e assim minha consciência ficará limpa.”

Tempestade perfeita

Em seu livro A tempestade perfeita (Vega, 2001), o autor Sebastian Junger registra fatos chocantes sobre a força de um furacão: “Um furacão em sua formação completa é o evento mais poderoso da terra; os arsenais nucleares dos EUA e da antiga União Soviética combinados não teriam a energia suficiente para evitar que tal furacão seguisse o seu caminho. Um furacão típico poderia prover toda a energia elétrica necessária nos EUA por três ou quatro anos.”