Our Authors

ver tudo

Articles by Bill Crowder

Capaz de esquecer?

Num dia frio e sombrio, participei do funeral de um amigo e ao lembrarmos as virtudes do falecido, a viúva começou a soluçar em voz alta. Nesse ponto, o pastor lhe disse algo aparentemente estranho para consolá-la: “Tudo bem. Um dia você vai esquecer.”

Som das sirenes

Enquanto eu assistia um jogo de futebol no colégio do meu filho, a tarde relativamente calma e normal de setembro foi interrompida pelo som alarmante das sirenes. Aquele ruído estridente parecia fora de contexto num momento de tanto prazer. Geralmente uma sirene significa que “alguém está indo para a emergência” ou “alguém está indo para a prisão”. E é verdade. Em qualquer um dos casos, o dia da pessoa que estiver envolvida com aquele som — talvez até mesmo algum funcionário da polícia civil ou do resgate — tenha simplesmente piorado.

Noite

Elie Weisel, em seu interessante e conturbado livro A Noite (Texto Editores, 2012), descreve suas experiências de menino quando foi uma das inúmeras vítimas do Holocausto. Arrancado de casa e separado de sua família, exceto de seu pai (que morreu mais tarde, nos campos de concentração), Weisel sofreu uma noite escura em sua alma, como poucos hão de experimentar. Suas ideias e…

Manuseie com cuidado

Visitei Jacarta, na Indonésia, quando fui convidado como palestrante de uma conferência bíblica numa igreja daquela cidade. Antes do início do primeiro culto pela manhã, um dos anciãos locais pediu-me que lhe desse a minha Bíblia. Ele explicou que os anciãos eram responsáveis pela confiabilidade dos ensinamentos que eram dados à congregação, e que ele devolveria a minha Bíblia diante de…

Cedo para desistir

Chris Couch qualificou-se para jogar no torneio da Associação Profissional de golfe pela primeira vez aos 16 anos. Ele logo foi declarado como o próximo prodígio do esporte. O sucesso lhe estaria garantido nos anos que se seguiriam.

Mas a vida dele transformou-se em provações. Couch não disparou para o sucesso, e teve de enfrentar uma maratona de 16 anos e as…

Flexibilidade

Com o passar dos anos, tive o privilégio de liderar diversas viagens para as terras bíblicas. Nos meses antes das nossas partidas, fazíamos uma série de reuniões de orientação, como preparação para a viagem. Planos, horários, acomodações de hotel, informações de contato — tudo podia sofrer alterações com qualquer notícia inesperada.

Dependência profunda

Um artista tornou-se popular após o terror de 11 de setembro de 2001. Ele canta a música “Super-homem, não é fácil”, uma balada que imagina como nos sentiríamos se fôssemos super-heróis. Mas ele luta com a insuficiência de suas forças para lidar com as complexidades do mundo.

Atos falam mais alto

Irritado com um jovem atleta que teve pouco rendimento, mas se gabava de sua habilidade, um comentarista de TV disse: “Não me diga o que vai fazer — diga-me o que fez.” Os atos falam mais alto do que as palavras.

Até quando?

Um casal de amigos meus compreende o que significa esperar por respostas — respostas que parecem nunca vir. Quando um filho deles e a futura nora foram assassinados, em agosto de 2004, empreendeu-se uma caçada em todo o país, para encontrar o assassino e trazê-lo à justiça. Após dois anos de orações e buscas, ainda não havia respostas tangíveis às dolorosas perguntas com as quais as duas famílias lutavam. Havia somente o silêncio.

Sem pânico

Fiz uma viagem de navio, em que tínhamos estudos bíblicos, e foi-nos dado instruções de segurança. As precauções eram vitais, caso o navio tivesse que ser evacuado.

Busca de talentos

O show de televisão “Ídolos” tornou-se fenômeno em todo o mundo. Milhões de pessoas esperavam ansiosamente para ver quem seria o próximo cantor eliminado na busca por talentos musicais.

Fogo a ser aceso

O livro de Atos, capítulo 17 narra a ida de Paulo ao Areópago para declarar a verdade da ressurreição. Os ouvintes ali não buscavam ajuda espiritual. Lucas, suposto autor do livro de Atos, registra que eles passavam seus dias discutindo as últimas novidades, sem interesse em praticar o que aprendiam (v.21).

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Mentalidade de consumo

Gosto de ler e tenho prazer em comprar livros, mas não gosto quando as editoras se referem a mim como “consumidor”. A palavra consumir pode significar “desfazer-se completamente” ou “gastar de forma esbanjadora”. Ela me traz à mente incêndios de florestas que acabam com a vegetação, deixando árvores e casas queimadas. Quando lemos livros, não os consumimos neste sentido, pois não deixam de existir depois que os usamos. Acontece justamente o contrário. Eles se tornam parte de nós; nos transformam.

O coração da igreja

O que faz uma igreja ter sucesso? Um grande número de pessoas reunidas no domingo? O orçamento multimilionário? A construção moderna?

Árvore x urso

Não é muito comum a polícia interferir numa luta entre um urso e uma árvore. A briga começou com um insulto malicioso e um choque acidental. Repentinamente, o urso falou e a árvore respondeu! Logo vi que era um homem numa fantasia de urso brigando com alguém fantasiado de árvore. A polícia teve que apartar os dois.