Uma interrupção global do sistema de informática provocou cancelamentos de voos e impediu a movimentação de milhares de passageiros nos aeroportos. Durante as tempestades, os acidentes automobilísticos fecham as principais rodovias. Quem promete enviar respostas “imediatamente” não consegue fazê-lo. Os atrasos muitas vezes produzem raiva e frustração, mas, como seguidores de Jesus, temos o privilégio de buscar ajuda nele. Um dos grandes exemplos de paciência da Bíblia é José, que foi vendido aos mercadores de escravos por seus irmãos invejosos, falsamente acusado pela esposa de seu patrão e preso no Egito. “Mas o Senhor estava com ele na prisão e o tratou com bondade” (39:21). Anos mais tarde, quando José interpretou os sonhos do Faraó, ele tornou-se o segundo no comando do Egito (GÊNESIS 41).

O fruto mais notável de sua paciência ocorreu quando os seus irmãos vieram comprar grãos durante um tempo de fome. “Eu sou José, o irmão que vocês venderam como escravo ao Egito. Agora, não fiquem aflitos ou furiosos uns com os outros por terem me vendido para cá. Foi Deus quem me enviou adiante de vocês para lhes preservar a vida. […] Portanto, foi Deus, quem me mandou para cá, e não vocês” (45:4,5,8)!

Que em todos os atrasos, breves ou longos, possamos, como José, ter paciência, perspectiva e paz, à medida que confiamos no Senhor.