No final do ano, o peso das tarefas não concluídas pode nos desanimar. As responsabilidades em casa e no trabalho podem parecer intermináveis, e as tarefas inacabadas rolam para o dia seguinte. Mas há momentos em nossa jornada de fé quando deveríamos fazer uma pausa e celebrar a fidelidade de Deus e nossas tarefas cumpridas.

Depois da primeira viagem missionária de Paulo e Barnabé, eles voltaram a “Antioquia, onde tinham sido recomendados à graça de Deus para a obra que haviam já cumprido” (v.26). Enquanto ainda havia muito a compartilhar da mensagem de Jesus com os outros, eles tomaram tempo para dar graças pelo que já tinha sido feito. “Ali chegados, reunida a igreja, relataram quantas coisas fizera Deus com eles e como abrira aos gentios a porta da fé” (v.27).

O que Deus fez por você neste ano que passou? De que maneira Ele abriu a porta da fé para alguém que você conhece e ama? De formas que não podemos imaginar, Ele está trabalhando através de nós em tarefas que podem parecer insignificantes ou incompletas.

Quando nos sentimos dolorosamente conscientes de nossas tarefas inacabadas em servir ao Senhor, não nos esqueçamos de agradecer pelas maneiras como Ele tem trabalhado por meio de nós. Regozijar-se sobre o que Deus fez por Sua graça prepara o cenário para o que está para vir!