Logo que me tornei cristã, um mentor espiritual me encorajou a manter um diário de gratidão. Era um livreto que eu carregava comigo em todos os lugares em que ia. Às vezes, eu registrava a respeito de uma ação de graças imediatamente. Outras vezes, no final da semana, após um momento de reflexão.

Anotar os itens de gratidão é um bom hábito que estou pensando em restabelecer. Isso me ajuda a estar atenta à presença de Deus e grata por Sua provisão e cuidado.

No mais curto de todos os salmos, Salmo 117, o escritor encoraja todos a louvar ao Senhor porque “grande é a sua misericórdia para conosco” (v.2).

Pense nisso: De que maneira o Senhor demonstrou o Seu amor por você hoje, nesta semana, mês e ano? Não olhe apenas para o espetacular. Seu amor é visto nas circunstâncias comuns e cotidianas da vida. Reflita sobre como Ele mostrou o Seu amor à sua família, sua igreja e outros. Deixe sua mente absorver a extensão do Seu amor para todos nós.

O salmista acrescentou que “a fidelidade do Senhor subsiste para sempre” (v.2). Em outras palavras, Ele continuará a nos amar! Assim, continuaremos a ter muitas coisas para louvar a Deus nos próximos dias. Como Seus filhos amados, que o louvor e a gratidão a Deus caracterizem a nossa vida!