Sentei-me no quarto do hospital com meu marido, esperando ansiosamente. Nosso filho submetia-se a uma cirurgia corretiva do olho e movida pela preocupação, senti um frio na barriga. Tentei orar, pedindo a Deus que me desse a Sua paz. Enquanto folheava minha Bíblia, pensei em Isaías 40, e procurei essa passagem familiar, me questionando se algo novo me tocaria.

Enquanto a lia, perdi o fôlego, pois as palavras de tantos anos atrás me lembraram que o Senhor: “Como um pastor cuida do seu rebanho […] ele juntará os carneirinhos, e os carregará no colo” (v.11). Naquele momento, minha ansiedade se dissipou, pois percebi que o Senhor estava nos segurando, guiando e cuidando. Era isso exatamente o que eu precisava, Senhor, respirei em silêncio. Senti-me envolvida pela paz de Deus durante e após a cirurgia (que felizmente foi bem).

O Senhor prometeu a Seu povo através do profeta Isaías que Ele seria o seu pastor, guiando-os em sua jornada diária e dando- -lhes conforto. Nós também podemos usufruir do Seu cuidado carinhoso quando lhe expomos nossas ansiedades e buscamos o Seu amor e paz. Sabemos que Ele é o nosso Bom Pastor, que nos acolhe junto ao Seu coração e nos envolve em Seus braços eternos.