A filha da Isabel retornou de uma viagem ao exterior, sentindo-se mal. Quando a sua dor se tornou insuportável, Isabel e seu marido a levaram para o pronto-socorro. Os médicos e as enfermeiras a atenderam e após algumas horas, uma das enfermeiras disse a Isabel: “Ela vai ficar bem! Vamos cuidar bem dela e irá se curar.” Nesse momento, Isabel sentiu-se inundada de paz e amor. Enquanto preocupava-se ansiosamente por sua filha, percebeu que o Senhor é o Pai perfeito que nutre os Seus filhos, trazendo-nos o conforto em tempos difíceis.

Em Deuteronômio, o Senhor lembrou a Seu povo sobre o tempo em que eles vagavam no deserto. Deus cuidou deles como um pai amoroso que cuida dos seus filhos jovens. Ele nunca os deixou, e “Como a águia […] voeja sobre os seus filhotes, estende as asas e, tomando-os, os leva sobre elas” (32:11). Ele queria que se lembrassem de que, embora experimentassem dificuldades e conflitos no deserto, Ele não os abandonou.

É possível que enfrentemos desafios de muitos tipos, mas podemos nos consolar e sermos encorajados na certeza de que o nosso Deus nunca nos deixará. Quando sentirmos que estamos caindo, o Senhor, como uma águia, estenderá as Suas asas para nos acolher (v.11), trazendo-nos a paz.