Minha mãe e tias ainda escrevem cartas entre si. Cada semana elas trocam mensagens pessoais com tanta consistência que um dos carteiros se preocupa quando não tem algo para lhes entregar! E relatam as alegrias, mágoas e os acontecimentos diários de amigos e familiares.

Gosto de refletir sobre esse exercício semanal delas. Ajuda-me a apreciar as palavras do apóstolo Paulo de que os seguidores de Jesus são “carta de Cristo”, escritas “…não com tinta, mas pelo Espírito do Deus vivente” (v.3). Em resposta aos falsos mestres que queriam desacreditar a sua mensagem (2 Coríntios 11), Paulo encorajou a igreja em Corinto a continuar seguindo o Deus verdadeiro e vivo como lhes tinha ensinado anteriormente. Ao fazê-lo, descreveu os cristãos como a carta de Cristo, com suas vidas transformadas — testemunho mais poderoso para o Espírito agindo através do ministério de Paulo do que qualquer carta escrita poderia.

Como é maravilhoso que o Espírito de Deus em nós escreva uma história de graça e redenção! Por mais expressivas que sejam as palavras escritas, a nossa vida é o melhor testemunho da verdade do evangelho, pois reflete a nossa compaixão, serviço, gratidão e alegria. Através de nossas palavras e ações, o Senhor espalha o Seu amor vivificante. Que mensagem você pode enviar hoje?