Jamais esquecerei de estar sentado ao lado da cama do irmão do meu amigo quando ele morreu; era a cena de algo comum visitado pelo extraordinário. Estávamos em três conversando baixinho, quando percebemos que a respiração do Richard estava se tornando mais difícil. Reunimo-nos ao redor dele, observando, esperando e orando. Quando ele deu o seu último suspiro, pareceu-nos um momento sagrado; a presença de Deus nos envolveu em meio às lágrimas por um homem maravilhoso morrendo perto dos seus 40 anos.

Muitos dos heróis de nossa fé experimentaram a fidelidade de Deus quando morreram. Por exemplo, Jacó anunciou que em breve estaria reunido com os seus (Gn 49:29-33). O seu filho José também anunciou a sua morte iminente: “Estou prestes a morrer”, disse ele aos seus irmãos, enquanto os instruía a manterem-se firmes em sua fé. Ele parecia estar em paz, porém ansioso de que os seus irmãos confiassem no Senhor (50:24).

Nenhum de nós sabe quando ou como vamos dar nosso último suspiro, mas podemos pedir a Deus que nos ajude a confiar que Ele estará conosco. Podemos crer na promessa de que Jesus irá preparar um lugar para nós na casa de Seu Pai (João 14:2,3).