Você já enviou um e-mail e, depois, percebeu que ele foi para a pessoa errada ou continha palavras ásperas e nocivas? Se você pudesse apertar uma tecla e interromper o envio. Bem, agora pode. Várias empresas oferecem uma função que lhe dá um breve tempo após o envio de um e-mail para impedir que ele saia do seu computador. Após isso, o e-mail é como uma palavra dita, que não pode ser recolhida. Em vez de ser vista como uma cura para tudo, uma função “desenviar” deve nos lembrar de que é extremamente importante tomar cuidado com o que dizemos.

Em sua primeira carta, o apóstolo Pedro disse aos cristãos: “…não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo […]. Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes refreie a língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente; aparte-se do mal, pratique o que é bom, busque a paz e empenhe-se por alcançá-la” (1 Pedro 3:9-11).

O salmista Davi escreveu: “Põe guarda, Senhor, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios” (Salmo 141:3). Essa é uma ótima oração para o início de cada dia e em cada situação em que desejamos revidar com palavras.

Senhor, guarda nossas palavras hoje para que não venhamos a ferir os outros com o que dizemos.