Month: junho 2018

Chamados pelo nome

Quando inicio com um novo grupo de alunos da matéria de composição que leciono na faculdade, já sei seus nomes. Dedico um tempo a familiarizar-me com seus  omes e fotos em meu registro de alunos e, quando elas entram em minha sala de aula, posso dizer: “Olá, Jessica” ou “Bem-vindo, Tomás”. Faço isso porque sei como é importante quando alguém nos conhece e chama pelo nome.

Nosso estilo de vida

Fiquei impressionado com uma frase que ouvi ser citada de uma tradução contemporânea da Bíblia. Ao pesquisar a frase “nosso estilo de vida” para localizar a passagem, os resultados enfatizavam algo que as pessoas sentiam estar ameaçando seu modo de vida esperado. Destacavam-se entre as ameaças percebidas: as alterações climáticas, o terrorismo e as políticas governamentais.

Deixando o passado para trás

Chris Baker é um tatuador que transforma símbolos de dor e escravidão em obras de arte. Muitos de seus clientes são ex-membros de gangues e vítimas de tráfico humano, que foram marcados com nomes, símbolos ou códigos de identificação. Chris os transforma em belas obras de arte tatuando novas imagens por cima deles.

Sem desvios

A o fim de um semestre escolar, minha mulher e eu fomos buscar nossa filha em sua escola a 100 quilômetros de distância. No retorno, desviamo-nos para fazer um lanche numa praia próxima. Enquanto desfrutávamos de nosso tempo ali, vimos os barcos à beira-mar. Eles costumam ser ancorados para evitar que se afastem, mas percebi um barco solto à deriva entre os outros — indo lenta e progressivamente para o mar.

Honestidade chocante

Quando o pastor pediu a um dos presbíteros para conduzir a congregação em oração, o homem chocou a todos. “Sinto muito, pastor”, disse ele, “mas estive discutindo com minha mulher ao longo de todo o caminho até a igreja e não tenho condições de orar”. O momento seguinte foi incômodo. O ministro orou. O culto seguiu em frente. Mais tarde, o pastor prometeu nunca mais pedir a alguém para orar publicamente sem antes perguntar em particular.

Bíblia de Estudo de Genebra

Nesta segunda edição, o usuário da Bíblia de Estudo de Genebra encontra novos e abundantes recursos. Muitas notas foram acrescentadas, outras reescritas, completando agora um total superior a 20.000 notas, escritas sempre com o intuito de deixar claro o sentido das passagens.

Os artigos teológicos, cuidadosamente identificados como algo que não faz parte do texto bíblico, agora sobem a 66, cobrindo vasta…