Nosso filho é pescador profissional de salmão no distante Alasca. Algum tempo atrás, ele me enviou uma foto que tirou de uma pequena embarcação a algumas centenas de metros à frente de seu barco, avançando numa passagem estreita. Nuvens de tempestade ameaçadoras surgem no horizonte. Mas um arco-íris, o sinal da providência e do cuidado amoroso de Deus, se estende de um lado ao outro dessa estreita passagem, cercando o barquinho.

A fotografia reflete a nossa viagem terrena: Nós navegamos para um futuro incerto, mas somos rodeados pela fidelidade de Deus!

Os discípulos de Jesus foram cercados por uma tempestade e Ele usou a ocasião para ensiná-los sobre o poder e a fidelidade de Deus (Mateus 8:23-27). Nós buscamos respostas para as incertezas da vida. Observamos o futuro se aproximando e imaginamos o que acontecerá conosco lá. O poeta puritano John Keble capturou isso em um de seus poemas, no qual ele via o futuro à medida que este se aproximava. Mas, enquanto observava, “esperava para ver o que Deus faria”.

Jovens ou velhos, todos nós enfrentamos futuros incertos. O céu responde: o amor e a bondade de Deus nos envolvem, independentemente do que nos aguarda. Esperemos e vejamos o que Deus fará!