Isabela estava caminhando pela vizinhança para dar um passeio com o seu cachorro, quando viu um jovem correndo em direção a um beco próximo. Logo um carro seguiu atrás dele. O jovem ajuntou um pedaço grande de madeira de um lixo e começou a golpear o carro. Isabela gelou, pois estava em meio a uma luta de gangues.

Repentinamente, o jovem motorista do carro tentou fugir, acelerando e dando ré. Ele acabou batendo em Isabela, que por sua vez, parou no bagageiro do carro e depois foi lançada à rua. Surpreendentemente, ela não se feriu com gravidade.

Mais tarde, ela tentou encontrar um sentido para a sua experiência e procurou ver o lado positivo disso. E chegou a essa conclusão: “Coisas ruins acontecem — coisas trágicas e horríveis. Coisas boas acontecem — coisas maravilhosas e milagrosas. E tudo isso nos acontece aleatoriamente. Mas tudo isso não é mero acaso para Deus, que segura os nossos corações em Suas mãos. Ele sabe que — o sofrimento virá. Mas Deus é […] maior do que os acontecimentos que parecem contradizer a Sua bondade.”

Nós vamos experimentar enfermidades, acidentes, tristeza e morte. Mas não estamos só. Deus está no controle. “Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor de todas o livra” (Salmo 34:19). Podemos confiar de que um dia estaremos seguros com Ele para sempre.