Ali estava eu, deslizando com meus patins, e minha esposa estava ao meu lado. Repentinamente, as rodas do pé esquerdo começaram a balançar e, um segundo depois, eu estava com o rosto no asfalto. Além disso, tinha um dedo quebrado e cortes horríveis no rosto.

Isso aconteceu há alguns anos, mas os resultados daquela queda ainda são vívidos em minha mente. Ainda lembro da dor do tombo, e isso me torna mais cauteloso com os meus patins. Depois de ter caído uma vez, tomo toda precaução para evitar que aconteça o mesmo novamente.

Cair não é algo bom. Mas, qualquer um que já tropeçou na vida pode obter resultados positivos da experiência — se a queda produzir mais cautela.

O apóstolo Paulo advertiu: “Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia” (1 Coríntios 10:12). Os cristãos também caem. Mas quando isso acontece, nosso alvo deve ser aprender com o erro e evitar a segunda queda.

Se você já tropeçou ao longo da jornada da vida, ainda há esperança. Primeiro, peça a Deus orientação, pois: “O Senhor sustém os que vacilam…” (Salmo 145:14). Depois, leia a Palavra de Deus e comece a seguir os Seus princípios — “…transformai-vos pela renovação da vossa mente…” (Romanos 12:2).

Você caiu? Peça ajuda a Deus para levantar-se e não cair novamente.