Arquivos: maio 2017

O evangelho de Judas

A recente descoberta do “O evangelho de Judas” alega que Jesus pediu que Judas o traísse. Supostamente, Jesus queria que a morte o libertasse deste mundo material, para que pudesse novamente tornar-se um espírito puro.

Até quando?

Um casal de amigos meus compreende o que significa esperar por respostas — respostas que parecem nunca vir. Quando um filho deles e a futura nora foram assassinados, em agosto de 2004, empreendeu-se uma caçada em todo o país, para encontrar o assassino e trazê-lo à justiça. Após dois anos de orações e buscas, ainda não havia respostas tangíveis às dolorosas perguntas com as quais as duas famílias lutavam. Havia somente o silêncio.

Joia rara

Quando Betty Goldstein entrou no hospital, seu esposo Ronaldo guardou o anel de diamantes dela, de 3,5 quilates, num guardanapo. Mas num momento de descuido, o Sr. Goldstein jogou o guardanapo no lixo.

O arquivo celeste

Minha esposa tem uma pasta que ela chama de “arquivo celeste”, a qual contém artigos, obituários, fotos, cartões de recordação dos funerais de familiares e amigos. Ela os guarda, não como um triste lembrete de pessoas que amamos e já perdemos, mas como uma alegre expectativa de união com eles, no céu.

A dor da queda

Ali estava eu, deslizando com meus patins, e minha esposa estava ao meu lado. Repentinamente, as rodas do pé esquerdo começaram a balançar e, um segundo depois, eu estava com o rosto no asfalto. Além disso, tinha um dedo quebrado e cortes horríveis no rosto.

Ascensão

Hoje é o dia da Ascensão — um dia que muitas vezes é negligenciado. A data marca a ocasião em que o Cristo ressurreto subiu ao Pai, em glória, 40 dias depois da Páscoa.

O cão-guia

Stephen Kuusisto cresceu com o estigma de ser oficialmente cego. Para ele, a visão consistia num caleidoscópio de formas, cores e sombras. Quando estava sozinho, ele colocava o rosto bem próximo das páginas de um catálogo de endereços e decorava nomes de ruas, tentando dar a impressão de que podia enxergar melhor do que era capaz.

Olhe para frente

Durante o período em que o General Colin Powell foi Secretário de Estado dos EUA, descobriu-se que um discurso que ele havia feito nas Nações Unidas baseava-se, parcialmente, em informações incorretas. Em sua carreira, esse foi um de seus pontos fracos. Powell declarou: “Estou decepcionado. Sinto muito que isso tenha acontecido e desejaria que os que, naquela época, sabiam mais do que eu, tivessem dito algo naquela ocasião, mas não há mais nada que eu possa dizer ou fazer sobre isso.”

Mãos vazias

Quando as primeiras espigas verdes de cevada se formavam na primavera, em Israel, os trabalhadores amarravam uma fita em cada haste que florescia, para separá-las das não maduras. Quando a haste estava madura, era colhida e levada ao templo, em Jerusalém. Deus havia ordenado que ao virem para a festa não deveriam apresentar-se de mãos vazias (Deuteronômio 16:16).

Urso medroso

Um gato marrom e branco, de uns seis quilos, levou a sério sua tarefa de cuidar do quintal de seus donos. Muitas vezes ele assustava pequenos animais intrusos, mas os donos ficaram surpresos quando certo dia o encontraram sentado debaixo de uma árvore grande, olhando para cima, para um enorme urso preto.

Com propósito

O livro Uma vida com propósitos (Ed. Vida, 2003) de Rick Warren teve um incrível sucesso. Lembra-nos de que todos, os cristãos e não-cristãos, têm um profundo anseio pelo claro sentimento de propósito na vida. Queremos nos envolver com algo que valha a pena. Sem um sentimento forte de chamado ou propósito, a vida nada mais é do que apenas rotina.

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Flexibilidade

Com o passar dos anos, tive o privilégio de liderar diversas viagens para as terras bíblicas. Nos meses antes das nossas partidas, fazíamos uma série de reuniões de orientação, como preparação para a viagem. Planos, horários, acomodações de hotel, informações de contato — tudo podia sofrer alterações com qualquer notícia inesperada.

Integridade 101

Os oficiais numa certa cidade surpreenderam-se ao receber uma carta e o dinheiro de um motorista que havia recebido uma multa por excesso de velocidade, em 1954. O turista inglês, tinha visitado aquela cidade, e sido multado por excesso de velocidade. A multa fora de uns 32 reais, mas ele a esquecera por quase 52 anos até descobri-la — num casaco velho. Ele, agora com 84 anos, vive num asilo, e disse: “Pensei: tenho que pagar essa multa, e assim minha consciência ficará limpa.”

Tempestade perfeita

Em seu livro A tempestade perfeita (Vega, 2001), o autor Sebastian Junger registra fatos chocantes sobre a força de um furacão: “Um furacão em sua formação completa é o evento mais poderoso da terra; os arsenais nucleares dos EUA e da antiga União Soviética combinados não teriam a energia suficiente para evitar que tal furacão seguisse o seu caminho. Um furacão típico poderia prover toda a energia elétrica necessária nos EUA por três ou quatro anos.”