A peça musical Sunset Boulevard conta a história de Norma Desmond, uma ex-estrela do cinema mudo. Quando começaram os filmes falados, ela perdeu o seu público. Ao atingir certa idade, ela anelava a glória do passado. Em sua mente, apenas as expressões faciais silenciosas, não o diálogo, produziam um bom filme. Na peça, a personagem canta estes versos:

Com um olhar posso quebrantar seu coração, Com um olhar interpreto todos os papéis, Com um olhar acendo uma chama, Vou retornar aos meus dias de glória.

Como Norma vivia no passado, a vida dessa estrela decadente acabou em tragédia.

Diz-se que toda vida é como um livro, e vivemos um capítulo por vez. Se você pensar que seus melhores anos já passaram, lembre-se de que, neste momento, você está escrevendo um novo capítulo. Aprenda a viver cada dia com contentamento, no presente.

No final da vida de Moisés, Deus mostrou-lhe a Terra Prometida. Evidentemente, ele havia realizado a sua missão, mas não ansiava pelos milagres dos seus “dias de glória”. Em vez disso, Moisés estava contente em obedecer a Deus naquele momento. Em seus dias de pôr de sol, preparou Josué para ser seu sucessor (Deuteronômio 31:1-8).

Viver com contentamento no momento presente é o modo de sermos produtivos por toda a vida — para a glória de Deus.