Davi, noivo de Tânia, estava na UTI, após uma cirurgia delicada para reparar um aneurisma cerebral. Seus olhos estavam focados em Tânia, que ficou ao lado dele por vários dias. Admirado, ele disse: “Toda vez que eu abro os olhos, você está aqui. Toda vez que penso em você, abro os meus olhos e você está aqui. Amo isso.”

O apreço daquele jovem rapaz pela mulher que amava, lembra-me do que devemos sentir pela presença de Deus em nossa vida.

Ele sempre está presente. A presença do Senhor nos dá conforto e segurança. Ele prometeu: “…De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei” (Hebreus 13:5). Quem nos conhece de maneira mais completa? Quem nos amou de maneira mais intensa? Quem cuida tão bem de nós?

No Salmo 139, lemos que o rei Davi pensou na preciosa presença de Deus. Ele escreveu: “Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos. Esquadrinhas o meu andar […]. Se subo aos céus, lá estás…” (vv.1-3,8).

Não importa o que acontecer conosco, temos a certeza: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações” (Salmo 46:1). Abra os seus olhos e o seu coração. Ele está presente.