Certa vez, os britânicos tiveram problemas com as raposas. Segundo um jornal, esses pequenos animais astutos invadiram Londres e criaram uma perturbação geral. Derrubaram latas de lixo, pegaram sapatos que foram deixados para secar, destruíram jardins e deixaram um mau cheiro para trás. À medida que a cidade avançava em direção às áreas rurais, as raposas inconvenientes se adaptaram, em vez de ir embora — e muitos moradores de Londres, frustrados, sofreram com a presença delas.

Quando você para e pensa a respeito disso, sabe que as “raposas” pequenas podem tornar-se graves problemas para os seguidores de Cristo que procuram honrá-lo. Os pecados que consideramos “pequenos” e “inofensivos” podem causar a nossa queda. “Maquiar a verdade”, por exemplo, é mentir. E a fofoca não é nada menos do que o assassinato do caráter de outra pessoa. O problema é que estes pequenos pecados, inevitavelmente, se tornam maiores. Antes de nos darmos conta, precisamos de arrependimento e confissão.

Se algumas pequenas raposas entraram sorrateiramente nos jardins de nossa vida espiritual, está na hora de lidar com elas. Com a ajuda do Espírito Santo, identifique-as. Admita a sua culpa, confesse estas pequenas práticas ruins a Deus e livre-se delas, antes que arruínem toda a paisagem de sua vida.