Our Authors

ver tudo

Articles by david c. egner

Preço de uma alma

Segundo o artigo de um jornal, Hemant Mehta queria descobrir se estava “perdendo algo” como ateu. Por isso, o estudante fez um anúncio na internet — passaria uma hora frequentando uma igreja a cada dez reais da maior oferta que recebesse. O vencedor do leilão foi um ex-pastor evangélico, que fez uma oferta no valor de um mil reais.

Manjar turco

No livro As Crônicas de Nárnia, Edmundo foi arrastado para o lado da escuridão pela malvada feiticeira branca. O método dela era simples — apelava para o amor dele por doces e guloseimas, posição social e vingança. O manjar turco que ela lhe ofereceu era delicioso e fez desejá-lo ainda mais. Sua atração era tão forte que levou Edmundo a trair seu irmão e irmãs.

Planos e realidades

Aos 18 anos fui para o Instituto Bíblico Moody e matriculei-me no curso para formação de pastores. Imaginava-me pregando e liderando uma igreja da mesma maneira que o pastor de minha cidade natal. Mas após ouvir que cinco fiéis missionários entre os índios Aucas, tinham sido tragicamente assassinados no Equador, questionei se dedicaria mesmo a vida para missões.

Onde está Deus?

Quando eu era criança, meu pai pastoreava uma tribo de índios na Amazônia. Certa vez, íamos para lá num pequeno avião e nos deparamos com uma “tempestade perfeita” que arremessava a aeronave para todos os lados. Meu pai estava nervoso, porém confiante. Quando pousamos, ele disse ao piloto que seu sorriso constante lhe transmitira paz. O piloto confessou que aquilo era sinal de nervosismo.

Ele me guia

Em Istambul, na Turquia, em 2005, uma ovelha pulou de um penhasco e, então, quase 1.500 ovelhas a seguiram! No final, cerca de um terço delas tinha morrido. Quando não sabem qual caminho seguir, as ovelhas insensatamente seguem outros membros do rebanho.

Doce descanso

Por mais que tentemos, nos debatendo, revirando-nos, afofando e batendo o travesseiro, algumas vezes simplesmente não conseguimos dormir. Após oferecer algumas boas sugestões sobre como ter uma noite de sono melhor, um artigo de jornal concluiu que na verdade não há um “jeito certo” de dormir.

Tópicos relacionados

> Estudos

Páscoa e o perdão de Deus

A morte de Cristo teve alcance ilimitado e por Ele recebemos o perdão pelos pecados passados, presentes e futuros. O perdão de Deus é de uma vez por todas e completo.

Família dos sonhos?

A autora, Elisa Morgan, diz que nós aceitamos o mito da família perfeita e afirma: “Promessas prontas a respeito da família podem ter surgido com boas intenções, mas esta forma de pensar não é realista, em nada ajuda e nem faz bem.”

A família é uma instituição imperfeita. Pessoas desestruturadas se tornam pais desestruturados que constroem famílias sem estrutura. Mas, na…

Os dois ladrões

No ano 33 d.C. a crucificação de três homens mudou o curso da história. Seus executores martelaram lhes os pulsos e tornozelos. Cena comum naquela época, e ainda falamos sobre elas hoje. Um deles morreu sentindo-se culpado e com culpa sobre si. Outro morreu como pecador, mas sem a culpa sobre si. O terceiro morreu com a culpa sobre si,…

> Pão Diário

Jogo de culpa

Um funcionário público está processando o município por danos, depois de ter ele mesmo batido com um caminhão da prefeitura em seu próprio carro estacionado. Ele argumenta que “o veículo da prefeitura danificou seu veículo particular”, e por isso o município lhe deve aproximadamente sete mil reais. Por mais ridículo que isso possa parecer, culpar os outros tem sido uma característica básica do ser humano, desde o início.

Escolhas

Certa vez, um amigo me disse: “Compreendi que minha vida não é constituída pelos sonhos que tenho, mas pelas escolhas que faço.”

Morto ou vivo

Visitantes de todo o mundo esperam em longas filas, dia após dia, para visitar a tumba de Lenin e ver seu corpo embalsamado. Embora ele tenha morrido em 1924, seu cadáver aparentemente não sofreu decomposição. Apresenta o aspecto de como era quando vivo. Porém é, sem dúvida, enganoso. Artistas habilidosos monitoram o cadáver preservado, colorindo artificialmente seu rosto e usando massa para preencher qualquer linha ou o menor sinal de decomposição.