Anos atrás, fui hospitalizado após cair de uma ponte de 11,5 metros de altura, correndo risco de morrer. Durante minha internação, a esposa do homem do leito ao lado parou para falar comigo. “Meu marido acaba de me contar o que aconteceu com você”, disse ela. “Nós cremos que Deus poupou sua vida porque quer usar você. Temos orado por você.”

Fiquei pasmo. Eu cresci indo à igreja, mas nunca imaginei que Deus quisesse envolver-se em minha vida. As palavras dela me mostraram um Salvador do qual eu já tinha ouvido falar, mas não conhecia — e marcaram o início da minha vinda a Cristo. Guardo com carinho aquelas palavras de uma testemunha gentil que se importou em dizer algo a um estranho acerca do Deus cujo amor é real. Suas palavras transmitiram cuidado e interesse, e proporcionaram propósito e promessa.

Jesus desafiou Seus discípulos — e todos nós — a contar aos outros sobre o amor de Deus: “…recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra” (Atos 1:8).

Por meio do Espírito Santo, nossas palavras e nosso testemunho podem ter o poder de fazer uma diferença eterna nas vidas dos outros.