Arquivos: abril 2012

Meu caminho?

Pense sobre as piores combinações intelectuais possíveis. Por exemplo, o que aconteceria se colocássemos Albert Einstein em uma sala com um aluno de primeira série para debater a teoria da relatividade? Ou, que tal George Washington Carver versus um colegial discutindo engenharia bioquímica?

Vereda longa e sinuosa

Às vezes, o caminho da vida parece impossivelmente íngreme e longo. Não tenho forças, nem vontade, para a jornada. Então, me lembro de que Deus conhecia esse caminho muito antes de eu ser chamado para percorrê-lo. Ele sempre soube das dificuldades pelas quais eu passaria, a dor que não conseguiria explicar aos outros. Ele sabe e oferece Sua presença.

O ódio destrói

O botânico George Washington Carver (1864–1943) superou um terrível preconceito racial para estabelecer-se como um renomado educador americano. Rejeitando a tentação de ceder à amargura pela maneira como foi tratado, Carver escreveu sabiamente: “O ódio interior acabará por destruir aquele que odeia.”

Compromisso

Muitas academias de ginástica esperam que, a cada janeiro, se matricule um grande número de pessoas que virão apenas algumas vezes. Elas não se importam se as pessoas pagam a taxa e nunca voltam. Mas, o instrutor Jesse Jones usa a abordagem oposta. Se você se inscreve e não comparece, ele encerra sua participação. Jones diz: “Poupe seu dinheiro. Volte daqui a alguns meses, quando tiver certeza. Minha paixão não é por outro pagamento de trimestre […] estamos tornando as pessoas responsáveis por atingirem seus objetivos.”

Religião verdadeira

Recentemente, vi a propaganda de uma marca de roupas indicadas para jovens, a qual apresentava jeans e todos os acessórios adequados. Não há nenhuma novidade nisso. Entretanto, o que chamou minha atenção foi o nome da grife: “Religião Verdadeira”. Isso me fez parar e pensar: Por que foi escolhido esse nome? Não estou percebendo algum significado mais profundo? Qual é a conexão entre uma marca de jeans e a religião verdadeira? O que eles querem dizer com isso? Minhas reflexões me deixaram com perguntas para as quais não tinha respostas.

Tudo é lindo

A beleza do desenho de laços negros sobre o fundo de cores lilás e alaranjado chamou-me a atenção. A complexidade do frágil padrão levou-me a presumir que tinha sido criado por um habilidoso artista. Porém, ao olhar a foto mais de perto, vi num dos cantos dela o artista admirando seu trabalho. O “artista” era um verme e sua obra de arte era uma folha parcialmente roída.

Abrindo uma trilha

Os índios americanos do estado de Michigan, nos EUA, foram os primeiros engenheiros de rodovias desse estado. Com poucas exceções, as principais rodovias de Michigan seguem as trilhas que eles abriram em meio às selvas, centenas de anos antes da chegada dos homens brancos. Uma trilha tinha 30 a 45 centímetros de largura e, por segurança, as pessoas caminhavam em fila única. Depois, cavalos de carga passaram por estas trilhas, alargando-as. Mais tarde, vieram as carroças e as trilhas se tornaram estradas de terra e, em seguida, rodovias.

O dia todo com Deus

O Irmão Lawrence (1614–91) sentia- -se intimamente próximo de Deus enquanto, humildemente, limpava panelas e frigideiras na cozinha do mosteiro. Certamente, ele tinha momentos específicos de oração devocional. Mas, o que ele considerava mais transformador em sua vida era a oração durante o dia de trabalho. Em seu clássico livro devocional Praticando a Presença de Deus, ele afirma: “É um grande engano pensar que os nossos momentos de oração devem ser diferentes dos outros momentos. Devemos nos sentir tão próximos a Deus quando trabalhamos quando oramos.” Em resumo, ele defende que oremos “…sem cessar” (1 Tessalonicenses 5:17).

País por desbravar

Eu estudava o mapa enquanto viajava com meu marido de carro em direção à costa leste do estado de Virgínia, nos EUA. Procurávamos por qualquer estrada que nos levasse à costa. Finalmente, encontrei uma e fomos em direção ao sol.

Investimentos

“Quero ajudar vocês a investirem com sabedoria em seu futuro”, disse o consultor financeiro ao começar sua palestra sobre investimento em fundos de pensão. Ele desejava que seus ouvintes continuassem a investir no mercado de ações durante todos os altos e baixos da economia, porque, historicamente, um bom retorno acabaria ocorrendo.

Um novo nome

No artigo “Liderança pela Escolha de Nomes”, Marcos Labberton escreveu sobre a força de um nome. Disse ele: “Ainda posso sentir o impacto de um amigo músico que, um dia, chamou-me ‘musical’. Nunca alguém me chamara assim. Eu nem tocava um instrumento. Não era solista. Mesmo assim… instantaneamente senti-me conhecido e amado… [Ele] percebera, validara e valorizara algo profundamente verdadeiro ao meu respeito.”

Infalível amor divino

O livro de Oseias, no Antigo Testamento, relata a história do fiel amor de Deus por Seu povo infiel. Embora nos pareça estranho, o Senhor ordenou que Oseias casasse com uma mulher que não honraria seus votos matrimoniais, causando-lhe dor (1:2-3). Após ela abandonar Oseias por outros homens, o Senhor disse a ele para aceitá-la de volta — uma imagem do amor do Senhor pelos filhos de Israel, “…embora eles [olhassem] para outros deuses…” (3:1).